DSTGroup constrói edifício para a Leroy Merlin

Nova loja fica na cidade de Aveiro e leva a um investimento da ordem dos três milhões de euros.

Ler mais

A DST, empresa do DSTgroup, foi selecionada para construir a nova loja da Leroy Merlin em Aveiro. O novo espaço comercial, dedicado à bricolage, construção, decoração e jardim, nasce de um projeto de remodelação do antigo edifício de uma empresa grossista, e inclui ainda a construção de um novo pavilhão. A loja terá uma área total de 13 mil metros quadrados. A intervenção, avaliada em mais de três milhões de euros, tem data prevista de conclusão para junho deste ano.

A obra conta também com a intervenção da DTE Instalações Especiais, também do DSTgroup, que será responsável pelas áreas de eletricidade e AVAC de todo o projeto da Leroy Merlin, representando esta operação cerca de um milhão e meio de euros de investimento.

Segundo José Teixeira, presidente do Conselho de Administração do DSTgroup, citado em comunicado oficial, “este é um projeto de grande importância para a cidade de Aveiro, pois dotará a região com uma loja de grande dimensão, cuja oferta de serviço não existia”.

Aquele responsável acrescenta ainda que “termos sido selecionados para contribuir, uma vez mais, na estratégia de expansão desta empresa é para nós motivo de grande satisfação e, sobretudo, um sinal inequívoco do reconhecimento do excelente trabalho que realizámos na loja de Loulé, em 2017”.

Com esta presença em Aveiro, a Leroy Merlin reforça a sua presença em território nacional e aposta na oferta de uma gama alargada de produtos e serviços que levará inúmeras soluções para a casa dos consumidores daquela região.

Desde o grande projeto, passando pela renovação e manutenção, até às pequenas melhorias da casa com soluções mais técnicas ou mais decorativas, a nova loja estará preparada para responder às mais variadas solicitações e expetativas.

Recomendadas
Governo de Espanha pondera penalizar os proprietários de apartamentos vazios
No âmbito de uma reforma da Lei de Arrendamentos Urbanos, o Governo liderado por Pedro Sánchez pretende também aumentar a duração dos contratos de arrendamento e colocar no mercado mais de 20 mil imóveis de carácter social.
BCE confirma Luís Ribeiro como administrador do Novo Banco
Este é o administrador com a área comercial de retalho que já estava em funções na Comissão Executiva liderada por António Ramalho, e cuja avaliação estava em curso no BCE. O Novo Banco vai ainda ter um novo CFO, o irlandês Mark Bourke, e Jorge Cardoso fica com a área de banca de investimento.
Elisa Ferreira defende procedimentos especiais para insolvências de bancos de média dimensão
Como a resolução de um banco médio, mas com relevância sistémica a nível local, tem um impacto social e económico considerável “precisamos de discutir alternativas para os bancos médios e pequenos que saem do mercado, em vez de avançar em direção a uma nova camisa de forças” global, defendeu a vice-governadora do Banco de Portugal em Basel, Suíça.
Comentários