É oficial: Web Summit fica em Lisboa até 2028

Lisboa vai receber a Web Summit até 2028. A capital portuguesa tinha concorrentes de peso, mas foi a cidade eleita para acolher o maior evento tecnológico no mundo. “Estamos muito felizes por estar em Lisboa mais 10 anos”, diz Paddy Cosgrave.

Lisboa vai receber a Web Summit nos próximos 10 anos, até 2028. A confirmação oficial foi feita esta manhã de quarta-feira, 3 de outubro, durante uma cerimónia sobre a organização da Web Summit.

“Estamos muito felizes por estar em Lisboa mais 10 anos”, afirmou Paddy Cosgrave, num evento que decorre na Altice Arena, em Lisboa, precisamente no palco onde se vai realizar a próxima edição do maior evento de tecnologia do mundo.

O empreendedor irlandês e CEO da empresa que organiza a cimeira começou por agradecer ao primeiro ministro, António Costa, e ao presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina – quem, aliás, o terá convencido a ficar na capital portuguesa

O acordo que é assinado hoje prevê duplicar a dimensão do evento até 2022 e a contratação de mais uma centena de pessoas para os escritórios da Web Summit em Portugal.

O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, presente na cerimónia, afirmou que o investimento público ascende a 11 milhões de euros por ano e que só a receita fiscal angariada com o evento, tendo em conta os dados do ano passado, é suficiente para pagar o investimento feito.

Caldeira Cabral apontou, ainda, que outras cidades concorrentes ofereceram mais dinheiro para conquistar a Web Summit.

Em junho, a cidade espanhola de Valência apresentou uma proposta de 50 milhões de euros públicos para receber a Web Summit durante 10 anos, mas não foi a única cidade a fazê-lo. Ao que tudo indica, Munique, Paris, Londres, Berlim, Madrid, Milão e Bilbau também apresentaram propostas.

Com base nos dados da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP), o Governo estima que a edição de 2017 da Web Summit tenha gerado um impacto de, pelo menos, 300 milhões de euros.

 

Relacionadas

Do jantar no Panteão ao ‘desconvite’ a Le Pen. As polémicas que marcaram a Web Summit

A Web Summit vai continuar em Lisboa pelo menos mais uma década. A maior cimeira tecnológica do mundo não escapou a gafes e polémicas.

Respostas Rápidas: Web Summit mais dez anos em Portugal. Que impacto económico podemos esperar?

A organização da Web Summit já terá acordado com o governo a permanência do evento por mais dez anos sendo que o anúncio do prolongamento do vínculo deverá ser feito amanhã na Altice Arena.

Números incríveis da Web Summit: 45 terabytes de tráfego e fibra ótica que dava para escalar oito vezes o Everest

A última edição conferência tecnológica teve cabo de fibra ótica suficiente para escalar oito vezes até ao topo do Monte Everest. Mas a Web Summit não se fica por aqui no que toca a números verdadeiramente impressionantes. Para já, há mais um número a juntar a estes.
Recomendadas

5G: Nowo já pediu estabelecimento de acordos de ‘roaming’

De acordo com o regulamento, os operadores vão ter de chegar a acordo entre eles e têm 45 dias para o fazer, caso tal não aconteça podem recorrer à Anacom para arbitrar o processo.

Grupo FNAC investe 300 mil euros e abre primeira loja de bem-estar e sustentabilidade em Portugal

A insígnia abrange aromaterapia, chás e infusões, entre outros. “Pretende inspirar a fazer essa mudança. Traz consigo o propósito de criar um mundo melhor, apelando a um modo de vida mais consciente, mais próximo da natureza, com foco no bem-estar e no respeito pelo planeta”, garante ao JE o diretor geral, Nuno Luz.

CEO da Apple assinou “acordo secreto” de 275 mil milhões de dólares com oficiais chineses para continuar a operar no país

Em 2016, os executivos da Apple ficaram alarmados com as ameaças do governo chinês contra recursos como Apple Pay, iCloud e App Store, o que levou Cook a realizar uma série de reuniões secretas com autoridades de Pequim.
Comentários