Escolas públicas que reutilizarem mais manuais vão receber 10 mil euros

A medida insere-se no âmbito da campanha Escola Mega Fixe, disse a secretária de Estado Adjunta e da Educação, Alexandra Leitão.

A secretária de Estado Adjunta e da Educação avançou ao jornal “Público” que as 20 escolas públicas que mais manuais escolares reutilizarem vão passar a receber dez mil euros no início de cada ano letivo. Segundo Alexandra Leitão, o objetivo é “dar um impulso à medida e fazer a reutilização avançar”. “Queremos pôr todas as escolas a lutar pela reutilização”, explicou a governante, em declarações ao diário.

A medida insere-se no âmbito da campanha Escola Mega Fixe e vai permitir aos estabelecimentos de ensino do Estado mais preocupados com o ambiente investirem o montante onde desejarem. De acordo com a mesma fonte, o Governo, através do Ministério da Educação, ficará responsável por fazer a tabela das recordistas no final do ano, para que o prémio seja entregue logo no ano letivo de 2019/2020.

O Orçamento do Estado para 2019 estabeleceu a extensão da gratuitidade dos manuais escolares até ao ensino secundário, incluindo toda a escolaridade obrigatória. “É alargado o regime de gratuitidade dos manuais escolares previsto nos artigos 127.º da Lei n.º 7-A/2016, de 30 de março, 156.º da Lei n.º 42/2016, de 28 de dezembro, e 170.º da Lei n.º 114/2017, de 29 de dezembro, com a distribuição gratuita dos manuais escolares, no início do ano letivo de 2019/2020, a todos os alunos que frequentam a escolaridade obrigatória na rede pública do Ministério da Educação”, refere a lei.

Relacionadas

Tudo o que vai acontecer ao seu dinheiro em 2019

O próximo ano está a bater à porta e é altura de começar a fazer contas à vida e a preparar o orçamento familiar para 2019. Saiba o que vai ficar mais caro (e mais barato) no ano que aí vem.

Esquerda chumba manuais escolares gratuitos no ensino privado

A extensão da gratuitidade dos manuais escolares a toda a escolaridade obrigatória a partir do próximo ano letivo vai apenas acontecer para os alunos que frequentam as escolas públicas, tal como proposto pelo Governo.
Recomendadas

Respostas Rápidas: É cliente da Caixa Geral de Depósitos? Saiba o que muda a partir de maio de 2019

Em 2019, os clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD) vão sentir alterações nas comissões. A partir do dia 1 de maio, o banco público vai alterar as comissões em quatro produtos ou serviços que disponibiliza aos seus clientes.

BdP: Portugueses contraíram 58 mil créditos ao consumo em dezembro

Só o número de contratos de crédito concedido por via de cartões de crédito e descoberto diminuiu, segundo os dados do Banco de Portugal.

GNR encontrou mais de 400 condutores em excesso de velocidade só na quarta-feira

A Guarda Nacional Republicana adianta que fiscalizou anteontem diversos peões e 3.487 condutores, tendo detetado, em 24 horas, 1.200 infrações em estradas nacionais, municipais e arruamentos no interior de localidades de todo o país.
Comentários