Da Porsche à Maserati. Veja os automóveis de luxo mais vendidos em Portugal em 2020

As sete marcas de carros de luxo em Portugal sofreram juntas uma queda de 20% em 2020 face a 2019, segundo os dados da ACAP. A Maserati, Jaguar e Lamborghini registaram quebras nas vendas, com a Porsche, Ferrari e Aston Martin a registarem aumentos e a Bentley a manter-se inalterada.

Apesar da pandemia de Covid-19 ter desacelerado a economia portuguesa, a compra de carros de luxo não parou em Portugal. Ainda assim, face a 2019, as vendas diminuíram com algumas marcas a perderem cerca de metade do seu volume de vendas em território nacional. Da Porsche à Maserati, conheça as marcas automóveis de luxo mais vendidas em Portugal.

 

Relacionadas

Mercedes-Benz foi a marca ‘premium’ mais vendida em Portugal durante 2020

No que toca ao sector como um todo, a Mercedes-Benz foi a terceira mais comercializada em Portugal, alcançando uma quota de mercado de 9,5%, “uma das maiores a nível mundial”, segundo um comunicado da empresa a que o jornal económico teve acesso.

Das ‘francesas’ às ‘alemãs’. Que marcas automóveis mais venderam em Portugal em 2020

A venda de automóveis em Portugal fica, inevitavelmente, marcada pela pandemia de Covid-19 que diminuiu significativamente as vendas. As marcas ‘premium’ ganham terreno face às “tradicionais”. Conheça o top 10 das marcas automóveis mais vendidas em Portugal.
Recomendadas

ASF reaviva recomendações às seguradoras para o novo confinamento

A ASF volta também a ativar a recomendação às seguradoras para não distribuírem dividendos e para constituírem provisões em face do novo confinamento e do impacto económico do lockdown decretado. As medidas temporárias, como as moratórias, continuam em vigor.

Venda de ações reforça noção que a CTG vê a EDP como investimento financeiro, diz o BPI

A estatal chinesa lançou uma OPA sobre a totalidade da EDP em maio de 2018, mas desistiu após a alteração dos estatutos para acabar com o limite de votos de 25% por acionista ter sido chumbada. Desde essa altura, vendeu 1,8% em fevereiro de 2020, mas reforçou no aumento de capital em agosto.

PremiumEDP encerra hoje de vez central a carvão de Sines. Futuro pode passar pelo hidrogénio verde.

A EDP encerra hoje de vez a central a carvão de Sines e estuda as possibilidades para o futuro, que podem passar pelo hidrogénio verde. O Governo diz que o gás natural vai garantir a segurança do abastecimento.
Comentários