Estas são as zonas mais rentáveis em Lisboa e Porto para ser dono de um alojamento local

Nas zonas mais centrais das duas cidades, as receitas por dia podem chegar aos 120 euros para quem estiver a arrendar um apartamento com dois quartos.

Os centros de Lisboa e do Porto continuam a ser das zonas mais caras para arrendar casa, e os quartos não escapam a esta subida. Um estudo da GuestReady revelou que a Avenida dos Aliados e a rua Mouzinho da Silveira, no Porto, são as áreas que conseguem gerar receitas mais elevadas para os proprietários de alojamento local.

Na avenida dos Aliados, um apartamento com dois quartos pode render até 150 euros por dia, enquanto um apartamento com as mesmas condições na rua Mouzinho da Silveira, também no Porto, pode gerar até 140 euros. Já em Lisboa, na rua do Alecrim e na rua Garrett os proprietários deste tipo de alojamento conseguem atingir até 130 euros diários.

Nas zonas mais centrais das duas cidades, como o Chiado e a Baixa, no caso de Lisboa, e a Estação de São Bento ou a rua de Santa Catarina, no caso do Porto, as receitas por dia podem chegar aos 120 euros, caso os apartamentos sejam colocados em plataformas como o Airbnb.

De acordo com o estudo, as zonas mais baratas são a rua da Cedofeita, no Porto, em que os preços médios podem ir dos 70 aos 85 euros, para apartamentos com um e dois quartos, respetivamente. Na avenida Almirantes Reis e no Largo do Rato, na capital, os valores médios são entre 70 a 90 euros por dia, por um ou dois quartos, seguindo a mesma tipologia.

Com o estudo em formato do tradicional jogo Monopólio, a responsável da GuestReady para Portugal, Vanessa Vizinha, afirma que o “surpreendente nesta versão inspirada no Monopólio é que o preço a pagar pelo terreno no tradicional jogo de tabuleiro é quase o mesmo que o utilizador pagaria agora para ficar uma noite num apartamento”.

As áreas que rodeiam as estações ferroviárias apresentam valores de alojamento mais baixos, embora os preços continuem a atrair os turistas de visita a Portugal, em comparação com os preços dos hotéis nas mesmas zonas. Junto à estação da Campanhã, no Porto, um apartamento pode render 55 euros diários, enquanto na estação do Oriente, em Lisboa, pode chegar aos 75 euros.

A rua Augusta, em Lisboa, tem preços que podem chegar aos 120 euros para um apartamento com dois quartos, sendo que para um, o proprietário pode ganhar até 100 euros. Já nas paralelas, os preços na rua da Prata equivalem os da rua central, enquanto na rua do Ouro, os preços para um quarto rondam os 95 euros e dois quartos podem chegar aos 120 euros.

Ler mais
Recomendadas

Segurança Social com formulário para empresas que queiram desistir do ‘lay-off’

A desistência pode abranger a totalidade do pedido, ou seja, desde o início, ou aplicar-se apenas a partir de data indicada pela entidade empregadora.

Crédito pessoal com problemas bancários. É possível?

O pedido de um crédito pessoal com problemas bancários pode não ser facilitado pelas instituições financeiras, mas nem sempre é negado aos consumidores. Fique a conhecer como é possível pedir um empréstimo nestas condições e como evitar situações de incumprimento.

Trabalhadores independentes podem pedir apoio de maio a partir de hoje

A partir de maio, o apoio previsto tem como limite mínimo 50% do valor do IAS (219,41 euros) e como máximo 635 euros.
Comentários