Europeias: PAN marca diferença dos restantes partidos com sensibilização para pegada ecológica

A iniciativa de limpeza e compensação da pegada ecológica serviu para o PAN se distanciar dos restantes partidos, em matéria de ambiente, e levou à recolha de 15.175 litros de lixo urbano e mais de 25 litros de beatas, em todo o país. 

O partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) mobilizou 585 pessoas e vários participantes não inscritos numa ação de campanha para as eleições europeias, centrada na recolha de lixo urbano, marinho e misto. A iniciativa serviu para o PAN marcar a diferença dos restantes partidos políticos e levou à recolha de 15.175 litros de lixo urbano e mais de 25 litros de beatas, em todo o país.

A ideia inovadora pretendeu reunir residentes dentro e fora de Portugal e sensibilizá-los para a limpeza dos espaços e necessidade de compensar a pegada ecológica. A ação de campanha decorreu em todo o país, através de uma plataforma online, que selecionou e reagrupou, em pouco mais de duas semanas, os grupos e indivíduos inscritos por região. A plataforma elegeu também o sítio em que poderiam contribuir com a limpeza, juntando-se à equipa do PAN, em diferentes pontos do país.

“Esta iniciativa de limpezas em Parques Florestais, Praias e Zonas Urbanas, promovida no ambiente digital, contou com uma surpreendente adesão e cumpriu os objetivos do PAN de diminuir o impacto da campanha eleitoral do PAN para o Parlamento Europeu e marcar a diferença no que respeita à pegada ecológica dos partidos políticos principalmente durante as campanhas”, explica fonte do partido, em comunicado.

O eurodeputado austríaco Thomas Waitz, que integra a família dos Verdes Europeus/Aliança Livre Europeia, juntou-se ao cabeça de lista do PAN, Francisco Guerreiro, na ação de limpeza que decorreu no sábado de manhã em Monsanto. A tarde foi dedicada à limpeza de praia na Costa da Caparica.

“Em Portugal, cada cidadão produz quase 500 quilos de lixo por ano, mas a dimensão do problema aumenta substancialmente quando se fala da gestão dos espaços públicos, principalmente durante as campanhas eleitorais, com a quantidade de materiais impressos e distribuídos na rua”, sublinha a mesma fonte do partido.

Recomendadas

PS insiste que negociações do Orçamento do Estado para 2022 devem continuar na especialidade

José Luís Carneiro reforçou a intenção do PS em “apreciar as propostas” dos parceiros, mas com o propósito de “encontrar os pontos de equilíbrio e de bom senso”, na última das audiências que o Presidente da República manteve com os partidos nesta sexta-feira.

Catarina Martins sinaliza que “só não há um OE se o Governo não quiser”

A líder bloquista exemplificou algumas das áreas nas quais quer ver avanços no documento de OE, como o SNS ou as “longas carreiras contributivas”, esclarecendo ainda que “não se prende por questões formais”, pretendendo apenas “redações exatas das leis”.

Pandemia com tendência crescente entre população acima dos 80 anos

Apesar de manter uma intensidade reduzida e incidência estável, o que resulta em baixa mortalidade e pressão nos serviços de saúde, a pandemia volta a dar sinais de crescimento em quase todas as regiões do país, com o R(t) a nível nacional a chegar a 1,00.
Comentários