Facebook em linha para cumprir objetivos de sustentabilidade ambiental ainda em 2020

O Facebook foi o principal comprador de energia renovável nos Estados Unidos pela ‘Renewable Energy Buyers Alliance’ e o segundo maior comprador do mundo pela ‘Bloomberg NEF’.

Depois de em 2018 ter anunciado os planos para a diminuição do impacto ambiental da empresa, o Facebook publicou um relatório onde revela o progresso alcançado em 2020. Destaca-se a redução de 59% dos gases de efeitos de estufa em relação aos números de 2017, atingindo um consumo de 86% de energia renovável.

O grande objetivo passa por, até ao final do ano, reduzir as emissões de gases de efeito estufa em 75% e começar a funcionar com 100% de energia renovável em todas as operações.

O Facebook foi o principal comprador de energia renovável nos Estados Unidos pela ‘Renewable Energy Buyers Alliance’ e o segundo maior comprador do mundo pela ‘Bloomberg NEF’.

A gigante norte-americana vai investir num projeto de energia renovável pela primeira vez, o ‘300 MW Prospero Solar Project’, no Texas (Estados Unidos), ao mesmo tempo que acelerou o apoio às comunidades locais, incluindo o investimento em projetos de recuperação de água que vão restabelecer 206 mil metros cúbicos de água por ano, e o financiamento de projetos que fortalecem o mercado de energia renovável.

O Facebook acredita que as alterações climáticas são uma questão urgente e está comprometido em fazer a sua parte neste desafio global. No início deste ano, a empresa estabeleceu uma parceria com várias organizações globais para desenvolver o ‘Climate Conversation Map’, que fornece novas informações para ajudar outras pessoas que queiram enfrentar a questão climática, incluindo dados e informações relevantes  sobre como as conversas sobre o tópico fluem na rede social.

Recomendadas

Stilwell: EDP vai anunciar no primeiro trimestre novo plano estratégico até 2025

Eleito pelos acionistas esta manhã como CEO para o triénio 2021-2023, Miguel Stilwell de Andrade disse que o novo plano irá ser apresentado no final de fevereiro ou início de março.

Liga Portugal adverte que paragem desportiva poderá significar “colapso económico” das SAD

Sónia Carneiro, diretora executiva da Liga Portugal, realça o valor estimado para o prejuízo dos clubes até ao final da época “ronda os 266 milhões de euros”, decorrentes do facto de não haver público nos estádios e da diminuição do investimento de alguns patrocinadores.

Miguel Stilwell vai liderar EDP Renováveis. Marques da Cruz passa a presidente executivo da EDP Brasil

O novo presidente executivo do grupo EDP também vai liderar a companhia de energias renováveis. Rui Teixeira vai ser administrador financeiro da EDP e da EDP Renováveis.
Comentários