França ultrapassa 31 mil mortos devido à pandemia

Ainda nas últimas 24 horas o país registou 9.784 novos casos de contágio confirmados.

Paris, França | Bloomberg

França registou 46 mortes nas últimas 24 horas devido à covid-19 elevando o número total de óbitos desde o início da pandemia para 31.045, revelaram hoje as autoridades francesas.

Destas vítimas mortais do coronavírus, 20.517 morreram no hospital.

Ainda nas últimas 24 horas o país registou 9.784 novos casos de contágio confirmados.

O número total de casos positivos no país é agora de 404.888 e a taxa de positividade mantém-se nos 5,4%.

O número de focos de contaminação está também a aumentar com 77 novos focos a serem identificados nas últimas 24 horas, havendo atualmente 862 focos ativos em França. Destes, 127 são em lares.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 936.095 mortos e mais de 29,6 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Ler mais
Recomendadas

Oxfam: 1% mais ricos do mundo são responsáveis por mais do dobro das emissões poluentes do que 50% mais pobres

O relatório alertou ainda para o consumo excessivo do carbono por parte dos mais ricos, assumindo que estes estão a esgotar o “orçamento de carbono” mundial, sustentando que este é “finito”.

Reino Unido em fase crítica da pandemia, alerta diretor-geral de Saúde

“A tendência no Reino Unido está a ir em direção contrária e estamos a entrar num ponto crítico da pandemia”, admitiu o diretor-geral de Saúde de Inglaterra, Chris Whitty. “Estamos a analisar os dados para perceber como gerir a propagação do vírus antes que chegue um inverno desafiador”, explicou o médico consultor.

Biden diz que substituição no Supremo antes das eleições é “exercício de poder brutal”

“Se o Presidente Trump insiste em dar um nome, o Senado não deverá agir antes que os americanos possam escolher o seu próximo Presidente e o seu próximo Congresso”, prosseguiu o antigo vice-presidente de Barack Obama, que lidera as sondagens nacionais para a corrida à Casa Branca.
Comentários