Fusões e aquisições de tecnológicas em Portugal movimentaram 1,6 mil milhões este ano

A compra de empresas tecnológicas portuguesas tem vindo a acelerar em termos do valor movimentado, apesar de, em 2020, o número de transações estar abaixo do que se verificou em igual período do ano passado.

Os negócios de aquisição de empresas de tecnologia em Portugal este ano já são 40, aponta um relatório do diretório internacional Transactional Track Record (TTR). As operações em questão movimentaram 1,6 mil milhões de euros.

Os valores acima mencionados representam uma diminuição de 30% nos números de transações quando comparando com igual período do ano passado, mas o valor das mesmas cresceu 236%.

Os maiores investidores neste tipo de operações em território nacional são dos Estados Unidos, que compraram já sete empresas tecnológicas portuguesas em 2020. Já em 2019, os norte-americanos movimentaram 2,4 mil milhões de euros em operações do género em Portugal. Por outro lado, o Brasil é o principal alvo destas operações por parte de investidores portugueses, que já adquiriram quatro empresas ligadas ao sector da tecnologia no Brasil este ano.

Os investimentos de capital de risco também têm um peso relevante nestas operações, ao estarem envolvidos em 65% das transações no setor tecnológico português este ano. Isto representam 26 transações, uma diminuição de 26% em relação a igual período do ano passado, mas que se traduz num aumento de 101%, ou 223 milhões de euros, no seu valor.

Recomendadas

Volkswagen investe 40 milhões de euros na expansão de parques eólicos e solares na Europa

A empresa informou ter como objetivo ser neutra em carbono em 2050 e que vai além da eletrificação dos veículos com o programa de descarbonização “caminho para Zero”.

BEI dá 75 milhões de garantia ao Deutsche Bank para financiar PME

O BEI concedeu uma garantia de 75 milhões de euros para o Deutsche Bank financiar as PME alemãs afetadas pela Covid-19. Trata-se de uma das primeiras titularizações sintéticas do FEI sob o novo padrão STS (de transparência e simplificação) e uma das primeiras no mercado.

Terceira dose da vacina contra a Covid-19 neutraliza Ómicron, anuncia Pfizer

No entanto, as empresas dizem ainda que estão confiantes de que vão ter uma versão da vacina específica contra a variante Omicron prontas para distribuir em março do próximo ano.
Comentários