Governo garante que salário mínimo vai subir em janeiro (com áudio)

O executivo de António Costa deu hoje garantias que o salário mínimo vai subir 40 euros em 2022, como previsto, por não se tratar de uma medida orçamental.

Tiago Antunes, secretário de Estado Adjunto do primeiro-ministro | José Sena Goulão/Lusa

O Governo garantiu hoje que o salário mínimo nacional vai subir 40 euros para 705 euros a partir de 2022.

“Sim, o Governo não se demite para não criar mais problemas ao país, para poder tomar decisões. O salário mínimo nacional é decidido por decreto-lei do Governo, não tem de ir ao Parlamento. Estando em plenitude de funções, podemos avançar com a medida”, disse hoje o secretário de Estado Adjunto do primeiro-ministro, Tiago Antunes, em entrevista à “RTP”.

Em relação ao aumento das pensões, o responsável sublinhou que o Governo ainda está a “estudar” este tema para “verificar se é possível” um aumento em duodécimos.

“Há limitações, há dificuldades”, sublinhou, dando o exemplo de as “alterações laborais, e os direitos dos trabalhadores”; que são matéria da competência do Parlamento.

“Se o Presidente da República dissolver, ficam pelo caminho” várias alterações, sublinhou. “Alterações fiscais, ou o desdobramento dos escalões do IRS, isso não poderá acontecer se for dissolvido”, alertou.

Recomendadas

PremiumSiza Vieira apela a fusão de candidaturas a apoio do PRR para empresas

Vontade de evitar sobreposições será critério para definir quantos dos 64 consórcios pré-qualificados às Agendas Mobilizadoras e Agendas Verdes para a Inovação Empresarial assinarão contratos em 2022.

PremiumInflação na zona euro em máximos de 30 anos

A nova variante do vírus da Covid-19 já começou a condicionar a economia europeia e poderá contribuir para uma inflação ainda mais persistente.

Teresa Ponce de Leão: “Necessitamos de mais investimento em postos de abastecimento [elétricos]”

Em entrevista ao Jornal Económico, presidente da APVE – Associação Portuguesa do Veículo Elétrico e do Laboratório Nacional de Energia e Geologia considera que os desafios passam, em primeiro lugar, por garantir que existe energia de fontes renováveis e que esta consegue chegar aos consumidores.
Comentários