Governo lança segundo leilão de energia solar até ao final de março

Novo leilão vai atribuir entre 700 a 800 megawatts e vai introduzir uma “nova opção” para os promotores que queiram desenvolver projetos de armazenamento. Mais tarde, será realizado um terceiro leilão até ao final deste ano.

Ministro do Ambiente e da Ação Climática| Foto de Cristina Bernardo

O Governo já está a preparar o segundo leilão de atribuição de potência de energia solar fotovoltaica. Este processo vai ser lançado durante o primeiro trimestre de 2020 e vai atribuir um total de 700 a 800 megawatts (MW).

O anúncio foi feito esta terça-feira pelo ministro do Ambiente e da Transição Energética no Parlamento que também anunciou a realização de um terceiro leilão, a realizar até ao final do ano.

“Tirando proveito do sucesso do leilão realizado em 2019, irá ser lançado durante o primeiro trimestre de 2020 um novo leilão de atribuição de capacidade solar, introduzindo uma nova opção para os promotores que pretendam desenvolver projetos de armazenamento”, segundo o documento do Governo.

O ministro sublinhou que Portugal tem atualmente uma percentagem pequena de produção de solar e que tem multiplicar por dez a capacidade atual, para compensar o encerramento das centrais a carvão de Sines e Pego, de 1,3 gigawatts para 8 a 9 gigawatts (GW).

As declarações tiveram lugar durante a apresentação do programa do ministério do Ambiente no âmbito da proposta do Orçamento do Estado para 2020.

O governante também anunciou a construção de uma linha de muito alta tensão que servirá para escoar a produção das novas centrais solares no Alentejo e Algarve, para garantir a “robustez de abastecimento”. Esta linha será assim um “coletor de toda a eletricidade gerada a partir de fontes renováveis” na região sul do país.o primeiro leilão de energia solar realizado em Portugal foram atribuídos 1.400 megawatts (MW) em 2019, com a francesa Akuo a conquistar a maior fatia do leilão, ao arrematar 370 MW. Destaque também para a espanhola Iberdrola que ganhou o maior número de lotes, numa potência total de 149 MW.

O ministro do Ambiente também anunciou que a sua tutela pretende incentivar o autoconsumo coletivo e as comunidades de energia “através da promoção de um programa com dimensão nacional de disseminação de informação e apoio técnico, incluindo instrumentos de apoio financeiro”.

Governo quer continuar a realizar leilões de energia solar nos próximos dois anos

  • Notícia atualizada às 16h59 com mais informações sobre os leilões de energia solar
Ler mais
Recomendadas

Novo Banco: ‘Mobile’ já é o maior ponto de contacto com os clientes

Segundo os dados apresentados por João Dias, chief digital officer do Novo Banco, até junho de 2019, 42% das interações entre os clientes particulares e o Novo Banco foram realizados através do mobile, contra 39% dos pontos de contacto realizados através do ATM, numa altura em que o Novo Banco ainda se assume como “um ATM junky”.

British Airways anuncia suspensão de todos os voos para a China

As companhias aéreas Lion Air, Cathay Pacific, Asiana, Jeju Air, Jin Air e Air Seoul também já anunciaram suspensão ou cancelamento de voos para território chinês por causa do coronavírus, que já matou 132 pessoas.

Santander lucra 6,5 mil milhões em 2019, menos 17% que em 2018

O banco espanhol apresentou resultados a caírem por causa dos custos extraordinários com a operação que tem no Reino Unido. Mas em Espanha os lucros subiram. O Santander Totta, em Portugal, contribuiu com 525 milhões de euros para o resultado líquido.
Comentários