HBO Portugal diz que falha com Guerra dos Tronos deveu-se a “problemas técnicos”

O episódio devia ter começado às 2 horas da madrugada desta segunda-feira, mas só arrancou 70 minutos depois. Os fãs da série deixaram várias críticas ao atraso nas redes sociais.

Na madrugada desta segunda-feira, quem escolheu assistir ao primeiro episódio da última temporada de Guerra dos Tronos na plataforma da HBO Portugal deparou-se com um atraso de mais de uma hora no serviço do canal que entrou nas casas dos portugueses pela mão da Vodafone Portugal, no início do ano. Ao Jornal Económico, fonte oficial da HBO Portugal confirmou “problemas técnicos” e recomendou que os clientes que tenham questões entrem em contacto com o serviço de apoio ao cliente.

“Confirmamos que infelizmente tivemos problemas técnicos inesperados com a estreia do episódio 1 da temporada 8, de A Guerra dos Tronos, no nosso serviço, durante cerca de 70 minutos, esta madrugada. Lamentamos os inconvenientes causados e recomendamos que os clientes com questões entrem em contato com o nosso Serviço de Apoio ao Cliente através do e-mail contacto@hboportugal.com e telefone 800 500 016, com horário de abertura às 10h. Continuamos a trabalhar para dar aos nossos clientes todos os episódios de A Guerra dos Tronos em simultâneo com os EUA”. Fonte oficial da HBO Portugal ao Jornal Económico

Também questionada pela forma como foi comunicada a falha no serviço da HBO Portugal aos clientes, concretamente com uma publicação no Facebook que acabou por ser apagada pelas quatro horas da madrugada desta segunda-feira, a mesma fonte não fez qualquer comentário.

Após várias semanas de fortes campanhas publicitárias por parte da HBO Portugal para que os fãs de Guerra dos Tronos escolhessem este serviço de Pay TV para ver a estreia do primeiro episódio da última temporada de a Guerra dos Tronos eis que a promessa não foi cumprida. O que a HBO tinha anunciado não foi cumprido e nenhum utilizador do serviço teve acesso ao primeiro episódio da série à hora marcada.

Enquanto à hora prevista o episódio já estava no ar no Syfy, canal disponível nos pacotes de Pay TV da Meo, Nos e Vodafone Portugal e que também detém direitos de transmissão de Guerra dos Tronos, o mesmo conteúdo no serviço da HBO Portugal não estava disponível.  Apenas pelas 3h16 a HBO Portugal fez saber na sua página de Facebook que o episódio já estava disponível.

No Facebook, a empresa pediu desculpa pela demora, afirmando que estava a trabalhar para resolver a situação o mais rapidamente possível – quando a emissão nos Estados Unidos e no canal Syfy já tinha terminado. O número de utilizadores a aceder ao serviço da HBO Portugal terá sido enorme. Quando o episódio terminou no canal de televisão, o serviço ainda não estava funcionar da HBO Portugal. Na aplicação móvel, o episódio surgia com a indicação que estaria disponível “em breve”.

“O episódio está a chegar. O exército dos mortos apareceu sem avisar e temos as várias Casas a trabalhar para os derrotar. Estamos a fazer de tudo para derrotar o inimigo e disponibilizar o episódio o mais rápido possível. Pedimos desculpa pela situação e agradecemos a vossa paciência”, foi assim que a HBO comunicou e pediu desculpas pelo atraso. No Facebook, a empresa acabou por apagar a publicação com o comunicado, por volta das quatro da madrugada.

Tanto no Facebook como o Twitter, as reações ao atraso da HBO Portugal não foram as melhores e alguns utilizadores chegaram mesmo a criticar a forma como a empresa comunicou que tinham ocorrido problemas com a transmissão do serviço.

Ler mais
Recomendadas

Greve na Transtejo/Soflusa desconvocada

A paralisação, agendada para a partir de terça-feira, foi hoje suspensa, na sequência da subscrição de um protocolo negocial entre a administração da empresa e os sindicatos.

Joe Berardo pondera chamar Vítor Constâncio como testemunha contra banca

O empresário e coleccionador de arte português José Berardo está a estudar a hipótese de chamar o antigo governador do Banco de Portugal (BdP) Vítor Constâncio como testemunha num processo movido pelos bancos, revela o “Público” esta segunda-feira. Em causa está o processo judicial para recuperar 962 milhões de euros. A informação foi transmitida ao […]

Crise em Angola obriga empresários a recrutarem mais talentos angolanos

Estudo divulgado esta segunda-feira revela que as empresas angolanas, em 2018, recrutaram mais licenciados e bacharéis para trabalhar na área tecnológica, com maior domínio de HTML, Java, SQL, Visual Basic e Visual Basic Net.
Comentários