IGCP anuncia dois leilões de dívida para a próxima quarta-feira

Leilões de dívida serão efetuados com um montante indicativo global entre 1.250 e 1.500 milhões de euros.

D.R.

O IGCP anunciou a realização no próximo dia 18 de setembro, pelas 10h30, de leilões das Obrigações do Tesouro com maturidades em 20 de março de 2020 e 18 de setembro de 2020, com um montante indicativo global entre 1.250 e 1.500 milhões de euros.

A 21 de agosto, o IGCP – Agência de Gestão da Tesouraria e Dívida Pública emitiu mil milhões de euros em dívida a três e onze meses com taxas mais baixas face ao último leilão em junho e tocou um novo mínimo. A instituição liderada por Cristina Casalinho tinha estabelecido um montante indicativo de mil e 1.250 milhões de euros.

Na maturidade a 11 meses, o IGCP emitiu 750 milhões de euros, tendo pago uma taxa média ponderada de -0,557%, o que compara com -0,395%% num leilão a 19 de junho. Portugal pagou assim taxa mais negativa de sempre nesta maturidade, tendo a procura superado a oferta em 2,05 vezes, superior ao leilão anterior (3,10 vezes).

 

Recomendadas

Libra em alta depois de Barnier afirmar que um acordo para o Brexit é possível esta semana

Londres e Bruxelas continuam a negociar a saída do Reino Unido da União Europeia a poucos dias da reunião do Conselho Europeu de 17 e 18 de outubro em Bruxelas, que tem sido encarada como a última oportunidade para evitar uma saída britânica sem acordo. Os mercados, sobretudo o segmento cambial, têm sido voláteis no que respeita ao Brexit

Galp, Mota-Engil, BCP e Navigator impulsionam bolsa de Lisboa

Em Lisboa, catorze empresas cotadas valorizam, duas desvalorizam e outras duas negoceiam sem variação.

PremiumOs investidores sentem falta do dinamismo da bolsa portuguesa

Ricardo Seixas, administrador-delegado da Fidentiis Gestión, diz em entrevista, que a bolsa não reflete o tecido empresarial português.
Comentários