Immunethep vence prémio Ibérico de empreendedorismo

Esta empresa portuguesa de biotecnologia venceu o prémio ibérico EmpreendedorXXI na categoria de Ciências da Vida.

A Immunethep venceu o prémio ibérico EmpreendedorXXI na categoria de Ciências da Vida. Esta iniciativa, impulsionada pelo BPI e o CaixaBank, através da gestora de capital de risco Caixa Capital Risc, contou com a candidatura de 146 empresas portuguesas inovadoras, num total de 701 candidaturas de empresas a nível ibérico.

A biotecnológica desenvolve imunoterapias que se baseiam na descoberta de um mecanismo de virulência partilhado pelas diferentes bactérias que causam infeções bacterianas mortais. A Immunethep, um spin-off da Universidade do Porto, está a desenvolver a vacina PNV1 – Paragon Novel Vaccine, que pretende conferir uma proteção robusta contra as principais bactérias que causam infeções mortais incluindo estirpes multirresistentes. A PNV1 pretende ser a primeira vacina capaz de prevenir infeções de múltiplas bactérias e de todos os seus serotipos desde o útero até à terceira idade.

As portuguesas CoolFarm, que desenvolve soluções inteligentes para produções agrícolas, e Heptasense, que dispõe de uma plataforma integrada de reconhecimento de gestos, também ficaram entre as três finalistas das suas categorias, Agroalimentar e Tecnologias de Informação respetivamente, no maior prémio de empreendedorismo da Península Ibérica.

As três empresas vão ter acesso a um programa internacional de crescimento organizado com a Singularity University e a escola de negócios ESADE. Para além deste curso, a Immunethep vai receber um prémio monetário no montante de 25 mil euros.

Recomendadas

Salários da CGD aumentaram em 2019 com início de pagamento de bónus

Os salários da administração da CGD cresceram para 3,6 milhões de euros no ano passado, um aumento de 22,5% justificado com o início de um programa de pagamento de remunerações variáveis, que já estava previsto, revelou o banco.

BdP recomenda aos consumidores que atualizem os contactos junto do banco no processo de autenticação forte do cliente

Em comunicado, o BdP recomendou “aos consumidores que atualizem, até agosto, os seus contactos junto do seu banco/prestador de serviços de pagamento e que adiram às soluções de autenticação forte, idealmente até ao final de outubro, para continuarem a efetuar compras online com cartão”.

Ex-vice-presidente do BFA alertou regulador angolano para “incumprimento grave” das normas bancárias

O ex-vice-presidente do Banco de Fomento Angola (BFA), António Domingues, que apresentou demissão na semana passada, alertou o regulador angolano para o “incumprimento grave” das normas do setor bancário por parte de um vogal executivo da instituição financeira.
Comentários