Iniciativa Liberal celebra 25 de novembro como dia em que Portugal se “livrou de uma ditadura de esquerda”

Os liberais defendem que esta foi uma das datas mais importantes na história recente do país, que afastou a possibilidade de “uma autocracia comunista” de “miséria e opressão generalizada”.

“É chocante viver num país que, ao que tudo indica, teve um ministro e, possivelmente, alguém acima dele, que viu um incêndio que matou dezenas de pessoas e a primeira coisa que pensou foi: como é que vamos disfarçar isto? Que golpe de teatro vamos criar para não perder votos?”

A Iniciativa Liberal, um dos partidos portugueses recém-criados, vai celebrar o dia em que “Portugal se livrou de passar de uma ditadura de direita para uma de esquerda” no próximo dia 25 de novembro. Os liberais defendem que esta foi uma das datas mais importantes na história recente do país, que afastou a possibilidade de “uma autocracia comunista” de “miséria e opressão generalizada”.

“O 25 de novembro de 1975 é uma das datas mais importantes da história recente do país”, explica Carlos Guimarães Pinto, presidente da Iniciativa Liberal. “Nesse dia o país livrou-se definitivamente da possibilidade de passar décadas de uma autocracia comunista que, olhando para o exemplo dos países de Leste, teria sido causa de miséria e opressão generalizada. Foi o dia em que Portugal se livrou de passar de uma ditadura de direita para uma de esquerda”.

A ideia da comemoração do 25 de novembro, organizada pelo partido, é “relembrar todos os que lutaram pela democracia há 43 anos para que nós o pudéssemos fazer hoje”.

“Infelizmente, por motivos políticos, a data não é celebrada condignamente”, afirma o presidente do partido. No entanto, Carlos Guimarães Pinto indica que “a Iniciativa Liberal não se deixa intimidar pelas forças políticas mais à esquerda” e “fará desta data um evento anual para membros, simpatizantes e todos aqueles, que não o sendo, considerem que a data deve ser celebrada”.

O dia vai ser celebrado pelos liberais com um evento ao ar livre, a decorrer entre as 15h00 e as 19h00, no Jardim da Cordoaria no Porto. O evento é aberto ao público em geral.

Recomendadas

Construção de barragem no Alto Alentejo arranca em 2023 e fica pronta em 2026

“Esperamos que, em 2026, entre em pleno funcionamento a barragem do Pisão e o aproveitamento hidráulico”, afirmou o presidente da Câmara do Crato, Joaquim Diogo, na cerimónia de assinatura do contrato de financiamento, realizada nesta vila.

PCP recomenda ao Governo ampliação e requalificação do hospital Garcia de Horta

O PCP quer que seja construído novo edifício dedicado às atividades de ambulatório “tendo em conta a desadequação das suas instalações face à população da sua área de abrangência”.

PremiumSob pressão, Rui Rio leva PRR e temas económicos para campanha das autárquicas

Pressão do partido e até externa por parte das associações empresariais e de Marcelo, levalíder do PSD a apostar em oposição em matérias económicas já na campanha para as autárquicas. Esquerda remete para o pós-eleições as negociações para o OE.
Comentários