Investimento francês em Portugal vai estar em destaque

A iniciativa vai contar com a presença do ministro francês da Economia e do primeiro-ministro português, António Costa.

No âmbito da 5ª Conferência Franco-Portuguesa, diversos empresários e governantes vão debater hoje, em Lisboa, o contributo do investimento francês em Portugal.

Dedicada ao tema “Marca Portugal: o contributo das empresas francesas”, a conferência decorre hoje na Culturgest, em Lisboa, com a presença do Primeiro-Ministro, António Costa, e do Ministro Francês da Economia e das Finanças, Michel Sapin, entre outras individualidades.

A Embaixada de França em Portugal, a seção portuguesa dos Conselheiros do Comércio Externo de França e a Câmara de Comércio e Indústria Luso-Francesa organizam esta quinta edição da Conferência Franco-Portuguesa.

Dirigida à comunidade empresarial franco-portuguesa e à administração pública, com o objetivo de dar a conhecer o investimento francês em Portugal, esta conferência contará com a presença do Primeiro-Ministro, António Costa; do Ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral; do Ministro Francês da Economia e das Finanças, Michel Sapin; do Embaixador de França, Jean-Michel Casa; do presidente da Caixa-Geral de Depósitos, Paulo Macedo; e do presidente dos Conselheiros do Comércio Externo de França em Portugal, Pierre Debourdeau; entre outras individualidades.

“No decorrer do encontro será apresentado um estudo que destaca o investimento francês em Portugal em todas as suas dimensões, desde a indústria aos serviços, e que será apresentado por Diogo da Silveira, CEO da The Navigator Company e vice-presidente dos Conselheiros do Comércio Externo de França em Portugal, e Serge Le Bolès, diretor-geral do BNP Paribas Personal Finance”, adianta um comunicado da organização do evento.

Para aprofundar o tema central da conferência – “Marca Portugal: o contributo das empresas francesas” –  o evento irá também contar com a intervenção de várias empresas representativas de diferentes setores de atividade, com o objetivo de abordar o aumento da capacidade industrial no ‘cluster’ automóvel, a requalificação da cadeia de valor no setor agrícola, o investimento em TIC portuguesas e nas infraestruturas de transporte e o dinamismo do ecossistema de ‘startups’.

Uma mesa redonda irá detalhar casos de sucesso como as Fromageries Bel Portugal, Renault Portugal, Vinci Energies e Jungle Project.

Irá também haver uma apresentação do Vinci Group, detentor da concessão da ANA, por parte do seu CEO, Nicolas Notebaert.

O encerramento da conferência será feito por Miguel Frasquilho, ainda presidente da AICEP.

O primeiro-ministro António Costa estará presente no almoço de encerramento.

 

Ler mais
Recomendadas

Imperial liga-se à Walmart e abre portas para México, Chile e China

“A Imperial fechou um acordo com a Walmart Brasil e passámos a ser um fornecedor principal da insígnia Sam´s Club, o que abre as portas do México, Chile e China no próximo ano, nomeadamente aos produtos saudáveis”, disse à agência Lusa a presidente executiva da empresa, Manuela Tavares de Sousa.

AEP realizou 41 ações em 31 mercados com duas centenas de empresas nacionais

Em 2018, os setores que mais participaram em ações de internacionalização desenvolvidas pela AEP foram os Materiais de Construção, Agroalimentar e Casa & Decoração. A República Dominicana, Namíbia, Geórgia, Arménia, Bulgária e Paraguai foram os mercados que a AEP abordou pela primeira vez este ano.

Doutor Finanças distinguida como PME Líder 2018

O Doutor Finanças já se encontra a apoiar os portugueses com as suas finanças desde 2014, tendo ajudado já mais de 20.000 famílias a equilibrar a sua situação económico-financeira.
Comentários