“Isto está a ser transmitido na AR TV? Não era suposto”. Veja o momento insólito na comissão de inquérito à CGD

Questão foi colocada durante a discussão e votação do relatório da CPI à CGD. Reunião decorria em ambiente informal quando um deputado alertou para o facto da transmissão estar a decorrer. Câmaras foram desligadas de imediato. Apesar do pedido, o JE decidiu manter a gravação disponível para os leitores, por se tratar de um tema de interesse público.

A discussão e votação do relatório referente à comissão parlamentar de inquérito à Caixa Geral de Depósitos foi marcada por um momento insólito. A determinada altura, um dos deputados alerta para o facto da reunião estar a ser transmitida através da AR TV. De imediato, foi pedido para desligar as câmaras e apagar a gravação.

Apesar do pedido, o JE decidiu manter a gravação disponível para os leitores, por se tratar de um tema de interesse público.

Veja aqui a gravação da reunião até ao minuto 47:30, altura em que os deputados se apercebem que a sessão está ser transmitida.

 

Recomendadas

Supremo Tribunal de Justiça da Guiné-Bissau esclarece que ordenou apuramento nacional

Na aclaração, o Supremo Tribunal de Justiça esclarece que o primeiro segmento do acórdão “não pode ser interpretado como se de convite fosse à Comissão Nacional de Eleições por este tribunal, para proceder à junção da ata em falta aos autos do recurso contencioso”, mas “sim cumprir com a disposição imperativa do artigo 95.º da lei eleitoral”.
joão_cotrim_figueiredo_iniciativa_liberal_legislativas

Iniciativa Liberal quer reduzir IVA da alimentação infantil e retirar limitação etária nas deduções do IRS

O partido liderado por João Cotrim Figueiredo, também deputado único desta força política na Assembleia da República, defende que a proposta contribui para “uma maior inclusão de todos os produtos alimentares destinados a crianças” e também elimina a “injustiça de produtos com base em fruta e sem adições terem uma taxa mais elevada do que a própria fruta”.

Presidente da República de Moçambique anuncia novo Governo com 18 ministros

Nas novas caras, Verónica Macamo, que sai da presidência da Assembleia da República, assume o cargo de ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, em substituição de José Pacheco – que não surge na lista hoje divulgada.
Comentários