Joaquim Miranda Sarmento eleito presidente do Conselho Estratégico Nacional do PSD

O professor académico Tiago Moreira de Sá vai ser reconduzido no cargo de presidente da Comissão de Relações Internacionais do partido. ‘Luz verde’ teve ainda a realização grande Encontro Nacional de Autarcas.

Cristina Bernardo

O Partido Social Democrata (PSD) anunciou esta quinta-feira que Joaquim Miranda Sarmento será o novo presidente do Conselho Estratégico Nacional do partido. O coordenador do programa económico do PSD sucede, assim, a David Justino, de acordo com a decisão aprovação na primeira reunião da nova Comissão Política Nacional do PSD.

“Tenho especial prazer em anunciar que será Joaquim Sarmento. Tive oportunidade de presidir a este órgão nos dois primeiros anos e foi uma tarefa de pioneiro, porque tivemos de desbravar terreno que desconhecíamos. Houve muita coisa que se conseguiu fazer e muita que ficou por fazer”, disse o vice-presidente do PSD, David Justino, em conferência de imprensa divulgada nas redes sociais do partido.

David Justino acredita que o novo presidente permitirá melhorar o envolvimento do PSD e da sociedade civil – para que possa ser mais efetivo e produzir propostas de políticas públicas em vários domínios – e mobilizar militantes, simpatizantes e outros potenciais colaboradores do partido liderado por Rui Rio.

No mesmo encontro foi ainda aprovada a recondução do professor académico Tiago Moreira de Sá, que leciona Relações Internacionais na Universidade Nova de Lisboa, enquanto presidente da Comissão de Relações Internacionais.

Em jeito de ponto de partida da estratégia para as eleições autárquicas de 2021, o PSD deu ainda ‘luz verde’ à realização de um grande Encontro Nacional de Autarcas que se irá realizar “nos próximos dois ou três meses”. Segundo o vice-presidente do PSD, todos eleitos por listas do partido (sejam militantes ou independentes) serão convidados.  Os sociais-democratas vão “identificar um conjunto de temáticas que possam servir de trampolim para a elaboração de programas locais”, explicou ainda o mesmo dirigente, sem detalhar a data concreta e o local do evento.

Joaquim Miranda Sarmento: “Sem redução de taxas de juro e dividendos do Banco de Portugal teríamos o mesmo défice que em 2015”

Ler mais
Recomendadas

Contas do PSD congeladas por causa de dívida de mais de seis mil euros a serralheiro

Em causa está um episódio que remonta às eleições autárquicas de 2017, quando o PSD requereu serviços a um serralheiro para montar estruturas para cartazes em São Pedro do Sul, distrito de Viseu. O partido não pagou a totalidade da conta porque queria que fossem os responsáveis locaais a assumirem os custos.

PremiumPS mantém avanço sobre PSD, Chega sobe a quinto partido e CDS em queda

Bloco de Esquerda desce para 7,7% em fevereiro, mas permanece a terceira força, enquanto oCDS-PP tomba para 2,1% e já só está à frente do Livre.
António Costa Assina OE2020

PremiumGoverno sem plano para coronavírus na função pública

Sindicatos da Administração Pública alertam para inexistência de instruções para lidar com Covid-19. Reclamam segurança de funcionários e utentes.
Comentários