Leão: “Continuamos convictos de que podemos viabilizar o Orçamento”

Ministro das Finanças deixa aviso à esquerda de que “a alternativa que se oferece ao país é um orçamento apresentado pelo PSD” e garante que o Executivo está a fazer um “esforço” para responder às reivindicações dos partidos que têm viabilizado o Orçamento.

Cristina Bernardo

Numa altura em que as negociações com a esquerda estão longe do ‘fumo branco’, o ministro das Finanças, João Leão, mostra-se convicto que o Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) será viabilizado, reiterando que o Governo está disposto a integrar reivindicações dos partidos. Ainda que não pronunciando o nome do PCP e do Bloco de Esquerda, deixa-lhes um aviso: se não concordam visão da direita, podem fazer um “esforço de convergência”.

“É um orçamento que sendo muito bom, estamos dispostos a melhorá-lo e a reforçá-lo naquilo que são os nossos diálogos com os partidos que viabilizam o orçamento. É nesse sentido que temos estado a trabalhar desde que apresentámos o Orçamento para em diálogo com os partidos ainda fazer melhorias significativas no orçamento que vá ao encontro das preocupações e ao mesmo tempo sejam positivas para o país e para os portugueses”, disse esta sexta-feira durante uma audição na Comissão de Orçamento e Finanças (COF), no âmbito da apreciação na generalidade do OE2022.

João Leão garantiu que o Executivo está “a fazer esse esforço”. “Continuamos convictos que podemos viabilizar o Orçamento, porque sabemos qual é a alternativa. A alternativa que se oferece ao país é um orçamento apresentado pelo PSD”, vincou.

Perante os deputados da COF, o ministro da tutela avisou que “faz sentido que os partidos que não se revêem na visão da direita de como deve ser um orçamento bom para a economia e para as famílias, devem procurar entender, procurar soluções e alternativas com um esforço de convergência entre diferentes preocupações”.

Numa altura de impasse, o Governo volta a reunir no sábado com o Bloco de Esquerda e o PCP, estando prevista antes uma reunião da Comissão Política do PS reúne-se para avaliar o estado das negociações do OE2022, que será votado na generalidade na próxima quarta-feira.

Relacionadas

Marcelo volta a rejeitar crise política em caso de chumbo do Orçamento do Estado (com áudio)

O agravamento da pandemia, o aumento dos preços da energia e uma recuperação lenta da economia são alguns dos desafios que assombram Portugal, a Europa e o mundo, relembra o Presidente da República.

Carlos César pressiona PCP e BE: “Sentem-se melhor a fazer oposição ou a fazer acordos?”

O presidente socialista entrou hoje em jogo para pressionar os bloquistas e comunistas nas negociações para a viabilização do OE2022, defendendo a posição do PS de não ceder nos seus princípios.
Inês de Sousa Real

OE2022: PAN envia memorando “ambicioso” de entendimento e aguarda resposta do Governo

Partido de Inês de Sousa Real entregou lista com mais de 50 medidas a Governo. Decisão final do partido sobre sentido de voto do OE2022, só deverá ser tomada na comissão política do partido, a realizar durante o fim-de-semana.
Recomendadas

Mercado automóvel sobe 3,3% até novembro, mas cai face a 2019

“Nos 11 meses de 2021, foram colocados em circulação 163.944 novos veículos, o que representou uma diminuição de 33,1% relativamente a 2019, apesar da comparação com 2020 mostrar um aumento de 3,3%”, indicou, em comunicado, a ACAP.

Covid-19: ANA diz que recuperação do tráfego está nos 50%, mas nova variante pode obrigar a rever previsões

A gestora aeroportuária diz que foi conservadora nas previsões que fez e que, por isso, está a ser surpreendida “pela positiva”, mas admite que a nova variante do SARS-CoV-2 poderá forçá-la a alterar projeções, devidos a possíveis cancelamentos.

UE só exportou metade do valor de produtos de energia verde importados em 2020

O valor das importações de painéis solares e biodiesel foi muito superior ao valor correspondente das exportações dos 27 Estados-membros destes bens para países fora da UE.
Comentários