Lider de clã mafioso italiano preso em Madrid com documentos portugueses

Domenico Paviglianiti, suposto líder da ‘Ndrangheta, chegou a cumprir uma pena de prisão perpétua, mas um erro judicial fez com que fosse libertado poucos anos depois.

Um suposto chefe do clã mafioso italiano conhecido como ‘Ndrangheta, que controla grande parte do comércio de cocaína da Europa, de nome Domenico Paviglianiti, um dos fugitivos mais procurados da Itália, foi detido nas ruas de Madrid, segundo avançam as autoridades locais, tendo na sua posse documentos falsos portugueses, segundo adiantam a comunicação social espanhola.

Considerado o ‘chefe dos chefes’, Paviglianiti, de 60 anos, estava em parte incerta há pelo menos dois anos e foi preso pós uma operação conjunta realizada pelas autoridades italianas e espanholas. Na altura, ao sair da casa que habitava, tinha seis telemóveis e cerca de seis mil euros em dinheiro, além de documentos falsos

A ‘Ndrangheta é um dos grupos criminosos mais ricos do mundo, operando a partir da Calábria, no sul da Itália e o seu líder era procurado por crimes cometidos nas décadas de 1980 e 1990, incluindo assassinatos e tráfico de drogas. Paviglianiti já antes tinha sido preso em Espanha, em 1996. Foi extraditado três anos depois para a Itália, onde foi condenado e começou a cumprir prisão perpétua. Mas em 2019 foi solto devido a um erro na sentença que o colocara na prisão, tendo desaparecido para Espanha.

Em janeiro passado, um tribunal italiano sentenciou Paviglianiti a uma nova pena de 11 anos de prisão à revelia por uma série de crimes, incluindo assassinato e associação criminosa com o objetivo de tráfico de droga.

A ‘Ndrangheta acumulou uma enorme riqueza com a importação de cocaína produzida na América Latina e de haxixe oriundo do norte da África para diversos mercados da Europa.

Recomendadas

PremiumAnne Hidalgo: mais uma espanhola interessada no trono de França

Não é a primeira espanhola de nascimento que tenta chegar longe na chauvinista política caseira gaulesa – o ex-primeiro-ministro Manuel Vals, um catalão, faz disso prova viva sem ter de se ir aos compêndios de História Medieval – mas a atual ‘maire’ de Paris propõe-se não só chegar à Presidência da República francesa, como, antes disso, produzir o verdadeiro milagre de fazer renascer o Partido Socialista francês das cinzas onde o ex-Presidente François Hollande o deixou vai para quatro anos.

Reino Unido elimina lista ‘amber’ onde estava inserido Portugal e já não vai pedir testes negativos aos vacinados

O anúncio surge na sequência de uma revisão das regras em vigor em território britânico e após o secretário dos Transportes, Grant Shapps, ter dito que oito países seriam retirados da lista vermelha. Assim, Portugal passa a estar na lista ‘verde’.

PremiumGuerra com juízes do Supremo sai cara a Jair Bolsonaro

Mesmo depois de se ter desculpado, o presidente brasileiro estáa perder hipóteses de voltar a ser eleito para novo mandato. E prestes a entrar numa nova fase de tensão com o Supremo Tribunal Federal, desta vez por causa da internet e da venda de armas.
Comentários