PremiumLisboa recebe 15 startups de impacto escolhidas pelo BEI

Escola de negócios IES assegura mentoria na estrutura do modelo de negócio e plano financeiro e na criação de dinâmicas de grupo.

O Banco Europeu de Investimento (BEI) escolheu a cidade de Lisboa para receber os finalistas do torneio de startups de impacto deste ano. As 15 empresas escolhidas – desta vez, nenhuma portuguesa – irão à Fundação Champalimaud no dia 8 de outubro apresentar-se e tentar captar potenciais investidores e clientes, mas antes do derradeiro dia há, pelo menos, quatro meses de trabalho – em que aí, pelo quarto consecutivo, os portugueses voltarão a ser um pilar.

A preparação dos 15 empreendedores internacionais está a cargo da escola de negócio IES Social Business School, incumbida de dar sessões de mentoria e organizar um bootcamp para melhorar o modelo de negócio e preparar o pitch em público. “Temos um processo de dez passos e ferramentas, codificado num manual, que os ajuda a estruturar o modelo e outro de aprendizagem pelas emoções, para reforçar o sentido de ligação à comunidade”, explica ao Jornal Económico (JE) o CEO. As formações, que fruto das circunstâncias serão em formato digital e terão jogos online, dinâmicas de heteroconhecimento e outra novidade: o plano financeiro também constará do manual.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Novo Banco diz que “não vende imóveis com desconto”, pois vendeu ao preço de mercado

“A diferença quanto ao valor de avaliação no balanço dos imóveis não é um desconto, é o efeito da diferença entre o preço de mercado e o valor de avaliações que seguem o método de custo ou que assumem diferentes estimativas de capacidade construtiva”, explica o banco liderado por António Ramalho.

PremiumEmpresas nacionais brilham nas tecnologias da educação

JP Inspiring Knowledge, Bi-Bright e ubbu têm uma palavra a dizer na ‘virtualeduca.connect’, que decorre de 21 a 23 de julho, sob o signo do futuro.

Setor dos recursos minerais otimista na recuperação da atividade

A preservativa de evolução da liquidez é mais otimista face ao mês de abril, apesar de 33% estimar um impacto negativo de 20% a 40% na liquidez.
Comentários