Madeira: Aliança defende redução de benefícios pessoais a titulares de cargos públicos

A Aliança apresentou medidas para a organização do Estado. O partido quer uma “definição clara” das orientações estratégicas para a legislatura, levando em conta os fundos comunitários e os orçamentos nacionais e regionais. outra das proposta passa pela gestão “coerente e racional” dos fundos públicos.

A Aliança apresentou as suas medidas para a organização do Estado. Uma delas passa pela redução dos benefícios pessoais concedidos a titulares de cargos públicos e a gestão coerente e racional dos fundos públicos.

O partido quer criar a Inspeção Regional da Madeira, agregando todas as inspecções na dependência das secretarias, e ainda o Programa Regional de Combate ao Assédio Moral.

Das proposta de organização do Estado, a Aliança ainda propõe a reformulação da avaliação dos funcionárias públicos, a transferência dos organismos do estado de espaços privados para espaços públicos disponíveis, e ainda a contratação de dirigentes públicos qualificados e profissionais, que deve ser feita de “modo transparente” desde a abertura do procedimento até à publicação dos resultados.

A Aliança quer ainda uma “definição clara” das orientações estratégicas de legislatura, levando em conta os fundos comunitários disponíveis e também os orçamentos nacionais e regionais.

Recomendadas

Procure soluções de mobilidade amigas do ambiente, recomenda Deco

Deixar o automóvel particular em casa e optar por uma rede de transportes amigos do ambiente tem de ser uma prioridade para os consumidores. A DECO procura contribuir para um maior acesso de todos os cidadãos a uma funcional e adequada rede de transportes públicos e transportes alternativos.

PIB per capita na Madeira é inferior em 798 euros ao do país

Contudo a tendência em território nacional e na Madeira tem sido de subida no Produto Interno Bruto per capita.

Funchal lança cartão dirigido às escolas para premiar boas práticas ambientais

A reunião de câmara aprovou ainda um contrato de alugar de veículos no valor de 1,1 milhões de euros. A autarquia espera uma poupança de 500 mil euros.
Comentários