Ministro da saúde alemão testa positivo para a Covid-19

Jens Spahn, de 40 anos, tem sintomas semelhantes aos de uma gripe e as pessoas com quem esteve em contato foram informada.  A chanceler alemã, Angela Merkel já falou com Jens Spahn sobre o diagnóstico e a chefe de estado desejou-lhe uma recuperação rápida.

O ministro da Saúde alemão, Jens Spahn, testou positivo para o coronavírus esta quarta-feira, 21 de outubro, e já se encontra em confinamento, avançou a “Reuters”.

Jens Spahn, de 40 anos, tem sintomas semelhantes aos de uma gripe e as pessoas com quem esteve em contato foram informadas, segundo comunicado do governo alemão a que a “Reuters” teve acesso.  A chanceler alemã, Angela Merkel já falou com Jens Spahn sobre o diagnóstico e a chefe de estado desejou-lhe uma recuperação rápida.

Tal como Angela Merkel, o ministro das Finanças, Olaf Scholz, foi um dos muitos políticos que desejou as melhoras a Spahn. “Caro Jens Spahn, esta não é uma boa notícia”, referiu no Twitter. “Desejo-lhe uma recuperação total e completa”, completou.

Mais tarde, Jen Spahn escreveu no Twitter que estava “ isolado em casa e a recuperar”. “Espero que todos com quem tenho contato continuem saudáveis. Vamos todos cuidar uns dos outros”, garantiu.

Spahn participou de uma reunião de gabinete na quarta-feira, mas um porta-voz do governo da Alemanha disse que os outros ministros não teriam necessariamente de entrar em quarentena. Desde o início da pandemia, o gabinete alemão mudou as suas reuniões para uma grande sala de conferências no vasto prédio pós-modernista da Chancelaria Federal em Berlim, para que os ministros consigam manter o distanciamento social.

“O gabinete federal reúne-se em conformidade com as regras de higiene e distância, que visam garantir que mesmo que uma pessoa que posteriormente teste positivo para o coronavírus, não será necessária a quarentena de outros ou mesmo de todos os participantes”, apontou o porta-voz do governo alemão

Embora as taxas de infecção na Alemanha sejam mais baixas do que em grande parte da Europa, têm acelerando e atingiram um recorde diário de 7.830 no sábado, de acordo com o Instituto Robert Koch, a agência federal de prevenção de doenças do país.

Ler mais
Relacionadas

Ministro da Saúde do Brasil está infetado com Covid-19

O Ministério da Saúde brasileiro não deu mais detalhes sobre o estado de saúde de Pazuello, que é general do Exército, e ocupa a pasta desde maio, quando substituiu o ministro anterior, Nelson Teich.

Ursula von der Leyen testa negativo à Covid-19

A presidente da Comissão Europeia estava a cumprir um período de isolamento depois de um dos membros da sua equipa mais próxima ter tido um teste positivo.
Recomendadas

Congresso dos Estados Unidos ainda tem cinco incógnitas um mês depois das eleições

Dois lugares no Senado serão decididos numa segunda volta, marcada para 5 de janeiro, enquanto a Câmara dos Representantes aguarda por um duelo entre dois republicanos e pelas batalhas judiciais que devem ser travadas por dois candidatos democratas que ficaram a um punhado de votos das vencedoras. Elevado número de boletins enviados pelo correio atrasou escrutínio sobretudo nos estados da Califórnia e de Nova Iorque.

Covid-19: França registou 313 mortes num dia

O número de novos casos diários no país foi de 14.064 nas últimas 24 horas, uma subida face aos números dos dois dias anteriores, tendo sido já confirmados 2.244.635 casos de covid-19 em França desde o início da pandemia.

“Donald Trump quer um acordo para não ser acusado”, diz ex-porta-voz Scaramucci

Num painel da Web Summit, o ex-porta-voz que se tornou crítico disse que Donald Trump quer causar “tanto estrago quanto humanamente possível” para conseguir um acordo de imunidade. Estrategas dos dois lados do espectro político disseram que a reação Trump aos resultados tem causado distração desnecessária.
Comentários