Morreu a artista plástica Helena Almeida

Helena Almeida iniciou a sua carreira no final da década de 1960 e é uma figura incontornável no panorama artístico português contemporâneo.

É uma das mais importantes artistas plásticas portugueses, e segundo o Jornal Público morreu ontem, aos 84 anos.

Helena Almeida iniciou a sua carreira no final da década de 1960 e é uma figura incontornável no panorama artístico português contemporâneo.

Uma grande retrospetiva da sua obra, intitulada “A minha obra é o meu corpo, o meu corpo é a minha obra”, foi exposta no Museu de Serralves, Porto (2015), em Paris (2016) e Bruxelas.

Em 2018 a sua obra está em destaque na Tate Modern, em Londres, “num espaço focado na relação entre o indivíduo e a obra da arte”, lê-se na Wikipédia, e é apresentada a peça em fotografia “Tela Habitada” e a série “Desenho (com pigmento)”.

A confirmação da morte da artista foi feita pela sua curadora Isabel Carlos.

Recomendadas

Instagram: Dados de 49 milhões de utilizadores partilhados online sem segurança

Milhões de celebridades e influencers do mundo podem ver os seus dados pessoais revelados ao público, depois da base de dados, onde as contas de Instagram estão agregadas, ter sido aberta para qualquer um consultar.

Suécia vai pedir a detenção de Julian Assange

O fundador da WikiLeaks enfrenta uma extradição para os Estados Unidos da América, a pedido de Donald Trump, e agora a Suécia pediu a detenção de Assange por este ser “suspeito de violação”.

Madonna atua no Coliseu de Lisboa nos dias 16, 18 e 19 de janeiro

A cantora norte-americana Madonna vai atuar no Coliseu de Lisboa nos dias 16, 18 e 19 de janeiro do próximo ano, anunciou hoje a promotora, no que serão os primeiros concertos da digressão europeia da artista.
Comentários