Morreu a artista plástica Helena Almeida

Helena Almeida iniciou a sua carreira no final da década de 1960 e é uma figura incontornável no panorama artístico português contemporâneo.

É uma das mais importantes artistas plásticas portugueses, e segundo o Jornal Público morreu ontem, aos 84 anos.

Helena Almeida iniciou a sua carreira no final da década de 1960 e é uma figura incontornável no panorama artístico português contemporâneo.

Uma grande retrospetiva da sua obra, intitulada “A minha obra é o meu corpo, o meu corpo é a minha obra”, foi exposta no Museu de Serralves, Porto (2015), em Paris (2016) e Bruxelas.

Em 2018 a sua obra está em destaque na Tate Modern, em Londres, “num espaço focado na relação entre o indivíduo e a obra da arte”, lê-se na Wikipédia, e é apresentada a peça em fotografia “Tela Habitada” e a série “Desenho (com pigmento)”.

A confirmação da morte da artista foi feita pela sua curadora Isabel Carlos.

Recomendadas

Turismo rural em Portugal: 7 tesouros naturais que vale a pena descobrir ou regressar

Seja no Norte, Centro ou Sul, há tesouros naturais que não pode perder. Conheça os sete destinos que são absolutamente incontornáveis.

Banksy mostra como destruiu o quadro de 1,2 milhões de euros

O artista divulgou esta quarta-feira, no seu site oficial, um vídeo sobre o processo de “autodestruição” da obra que foi leiloada por 1,2 milhões de euros.

PróToiro critica OE2019 de “censura cultural” perante fim da isenção de IVA para artistas taurinos

A Federação Portuguesa de Tauromaquia repudia ”veemente” as propostas “ilegais e discriminatórias” presentes na proposta orçamental para o próximo ano. A entidade critica, por exemplo, que o IVA das touradas se mantenha nos 13% quando o de outras atividades culturais baixa para 6%.
Comentários