Museu do Ar assinala Dia Internacional dos Museus com ‘live streaming’

O Museu do Ar volta a abrir a 18 de maio, Dia Internacional dos Museus com entrada gratuita e medidas de segurança apertadas.

O Museu do Ar vai celebrar o Dia Internacional dos Museus com uma Live Streaming nas redes sociais Facebook e Instagram, este domingo, dia 17 de maio, entre as 10 horas e as 19 horas e reabre portas a 18 de maio.

Durante a transmissão, serão dados a conhecer os pólos de Alverca e Sintra e as histórias das peças expostas, e também haverão palestras sobre  a aeronáutica e a aviação, com tradução em língua gestual.

Esta celebração decorrerá um dia antes do Dia Internacional dos Museus, dia 18 de maio. O Museu do Ar volta a abrir, com entrada gratuita e medidas de segurança apertadas. Entre estas regras está o uso obrigatório de máscara para visitantes e militares, o distanciamento social de dois metros e a disponibilização de álcool gel.

O atendimento será feito através de uma barreira de acrílico, haverá limite de visitantes e a higienização e arejamento dos espaços será regular

Os pólos de Alverca, aberto em 1971, e o de Sintra, que existe desde 2009, expõem mais de 70 aeronaves, motores e outros elementos da aeronáutica nacional. É também possível visitar a sala TAP e sala ANA, parceiros do Museu do Ar, no pólo de Sintra.

Recomendadas

DGPC investe em acessos para pessoas com mobilidade condicionada em museus, monumentos e palácios

Todas as intervenções programadas no âmbito do PASPVT são financiadas a 100% e deverão estar concluídas até ao final de 2020, de acordo com a Direção-Geral do Património Cultural.

Ai Weiwei expõe pela primeira vez em Portugal

A Cordoaria Nacional, em Lisboa, vai acolher exposição inédita do artista chinês entre 4 de junho e 28 de novembro de 2021.

Mercado de livros recupera significativamente na Europa, diz GfK

O estudo baseia-se nas vendas de livros em lojas físicas nos primeiros nove meses de 2020, nos seguintes países: Bélgica (Flandres/Valónia), Brasil, França, Itália, Holanda, Portugal, Espanha e Suíça.
Comentários