PremiumNuno Carvalho: “Muitas empresas não vão sobreviver se os apoios não chegarem a tempo”

O ecossistema empresarial de Setúbal é um bom barómetro para aferir a situação das exportadoras nacionais, que, segundo o deputado Nuno Carvalho, estão longe de antever uma retoma garantida das exportações em 2021 devido às incertezas existentes.

Nuno Carvalho, deputado do PSD, coordenador da Comissão parlamentar dos Negócios Estrangeiros e das Comunidades Portuguesas, eleito pelo círculo de Setúbal, em entrevista ao programa “Primeira Pessoa” da JE TV, alerta para a incerteza na evolução das exportações em 2021.

Há condições para retomar no próximo ano o ritmo das exportações registado até 2019 entre os maiores grupos empresariais, ou prevê um arrefecimento resultante da situação pandémica?
O tipo de crise que temos em cima da economia portuguesa neste momento tem um registo bastante diferente das anteriores, porque é global. Já várias empresas [do distrito de Setúbal] falaram da perspetiva de quebra, como o caso da Petrogal, que sofre com a grande quebra de consumo no mercado energético. Outras, como a Autoeuropa, que assume o papel da principal exportadora, terão um desafio de transição no sector. A Navigator, por exemplo, conseguiu adaptar-se um pouco à transição e às mudanças que o sector sofreu. O sector automóvel terá desafios a percorrer no que diz respeito à forma como as pessoas irão encarar a mobilidade. Mas o turismo e a aviação é que são os sectores mais afetados do ponto de vista transversal – em todos os países são os dois sectores onde as quebras são absolutamente avassaladoras. Isso significa que Portugal também tem de olhar para estes sectores e ter uma definição estratégica para conseguir acelerar esta transição.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Pandemia foi “catastrófica” para sector dos casamentos mas perspetiva é de retoma plena em 2022

Se o sector pensava que em 2021 teria um descanso face ao ano pandémico enganou-se dado que em janeiro do presente ano a economia voltou a ficar suspensa. “Na verdade, entre 2020 e 2021, foram praticamente 18 meses em que esta indústria esteve quase sempre parada, não digo 100% mas 80% em que não se verificou atividade”, refere o diretor-geral da ExpoNoivos.

Brisa selecionada operadora de autoestradas mais sustentável da Europa em 2021

Concessionária escolhida pela terceira vez no “Global Real Estate Sustainability Benchmark” da holandesa GRESB.

Entra hoje em vigor: descida de dois cêntimos no ISP da gasolina e de um cêntimo no ISP do gasóleo

No total, está prevista a devolução de 90 milhões de euros de receita de IVA aos consumidores. A questão agora é saber se as petrolíferas e gasolineiras vão repercutir este alívio no preço dos combustíveis na bomba.
Comentários