O ano ainda não acabou e a Autoeuropa já atingiu um novo recorde de produção

A fábrica portuguesa da alemã Volkswagen vai fechar 2019 com mais de 250 mil automóveis produzidos. A Autoeuropa já é a quinta maior fábrica do grupo Volkswagen na produção anual de veículos de passageiros, excluindo a China.

Ainda falta mais de um mês para o ano acabar e a Autoeuropa já atingiu um novo recorde de produção. A fábrica portuguesa da Volkswagen atingiu a 13 de novembro um total de 226.972 unidade produzida, segundo comunicado da Autoeuropa. Em 2018, a fábrica de Palmela produziu um total de 223.200 unidades.

“Trata-se de mais um marco histórico na vida da empresa, que emprega atualmente cerca de 5.600 colaboradores e da qual saem diariamente mais de 890 unidades por dia”, segundo o comunicado.

A fábrica prevê terminar o ano com mais de 254 mil unidades produzidas, o que vai colocar a Autoeuropa como a quinta maior fábrica em termos de produção anual entre as dezasseis do grupo Volkswagen que produzem veículos de passageiros, excluindo a China.

Este marco “contribui significativamente para que a produção automóvel nacional ultrapasse pela primeira vez este ano as 300.000 unidades”, de acordo com a empresa. Em Palmela, são produzidos os modelos T-Roc, Sharan, assim como o Seat Alhambra.

Entre estas 16 fábricas, a Volkswagen Autoeuropa “ocupa atá ao momento o primeiro lugar da chamada race4Transformation, uma competição interna que avalia o cumprimento do programa diário de produção, a produtividade, os custos de fabricação e a qualidade nos
clientes”.

O diretor-geral da Autoeuropa, Miguel Sanches, destaca que “este é o resultado de tudo o que foi planeado e executado naquele que foi o
período mais desafiante da fábrica, depois do seu arranque há vinte e cinco anos. Tudo isto prestigia a nossa equipa, os nossos fornecedores, a região e o país no universo Volkswagen”.

Ler mais
Relacionadas

Trabalhadores da VW Autoeuropa exigem compensação por fábrica de Palmela liderar ranking do grupo alemão

Trabalhadores exigem quota-parte do sucesso da VW Autoeuropa. Reclamam compensação monetária pelo facto da fábrica Palmela estar em primeiro lugar no ranking das fábricas da VW. E investimentos, do grupo alemão, para aumentar a capacidade produtiva que permitam ainda manter ou mesmo aumentar os postos de trabalho e repensar os horários praticados.

Autoeuropa vai reativar linha ferroviária para transportar automóveis para o porto de Setúbal

Com esta medida, a Autoeuropa diz que vai reduzir em 400 toneladas a emissão de dióxido de carbono ( CO2) por ano, o equivalente a menos 80% de CO2 por dia, além de reduzir o tráfego rodoviário para o porto de Setúbal.

Portugal vai ter uma nova fábrica de automóveis: investimento de 300 milhões em Estarreja

O investimento é da empresa privada Ineos, multinacional de produtos químicos do Reino Unido, que criou a empresa portuguesa ‘Amazing Wheels’ em janeiro deste ano. A companhia vai produzir jipes com motores da BMW.
Recomendadas

Deutsche Bank multado em mais de 130 milhões de euros após Epstein usar contas do banco para silenciar vítimas

De acordo com o “The New York Times”, o Deutsche Bank não fez “muitas perguntas” a Epstein para o ter como cliente. Nem mesmo quando foi observada a retirada de 100 mil dólares (88,6 mil euros) das contas do falecido multimilionário para “gorjetas e despesas domésticas”.

Lufthansa vai cortar mil empregos administrativos e reduzir novas aeronaves a metade

Como parte do plano de reestruturação, a companhia aérea anunciou que os cortes nos postos de trabalho vão incluir também os cargos administrativos e de gestão.

Crise no mercado de retalho deve ser pior do que crise de 2009

Quando a recuperação económica chegar, a publicação estima que esta seja lenta, uma vez que a maioria dos mercados afetados pela crise de 2008/2009 demorou perto de um ano até que as vendas retomassem a níveis pré-crise.
Comentários