Parlamento Europeu confirma Christine Lagarde como nova presidente do BCE

Antiga diretora do FMI elogiou Mario Draghi na sessão em Estrasburgo que confirmou Lagarde como a nova presidente do BCE.

A comissão de Assuntos Económicos e Monetários do Parlamento Europeu deu hoje parecer favorável à nomeação da francesa Christine Lagarde para a presidência do Banco Central Europeu (BCE), numa votação não vinculativa.

Depois de uma audição que durou cerca de duas horas e meia, os deputados ao Parlamento Europeu – instituição que deve ser consultada no processo de nomeação do presidente do BCE, mas sem parecer vinculativo – ‘aprovaram’, com 37 votos a favor, 11 contra e quatro abstenções, a personalidade escolhida pelos chefes de Estado e de Governo da UE para suceder do italiano Mario Draghi.

Na audição hoje realizada no Parlamento Europeu, em Bruxelas, Lagarde, designada para a liderança do BCE pelo Conselho Europeu em 02 de julho último, no quadro da distribuição dos altos cargos de topo no novo ciclo institucional da UE após as eleições europeia, elogiou o trabalho do seu antecessor e garantiu que seguirá “os mesmos princípios”, caso seja confirmada no cargo.

Lagarde disse que “os desafios que justificam a política atual do BCE não desapareceram”, pelo que pretende seguir uma “política acomodatícia”, com “agilidade”, para estimular a economia, mas defendeu que a política monetária não pode substituir as políticas orçamentais, nem ser sobrecarregada por estas.

O parecer de hoje da comissão de Assuntos Económicos e Monetários será votado pelo Parlamento Europeu na sessão de ‘rentrée’ a ter lugar em Estrasburgo, França, entre 16 e 19 de setembro.

Christine Lagarde, que já cessou as funções de diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), assumirá a presidência do BCE em 01 de novembro próximo, data que coincidirá com a entrada em funções da nova Comissão Europeia liderada pela alemã Ursula von der Leyen. Ambas tornam-se as primeiras mulheres a liderar as respetivas instituições.

Relacionadas

Lagarde promete continuar caminho de Draghi: “Seguirei os mesmos princípios”

No Parlamento Europeu, nova presidente do BCE pediu “disponibilidade” das políticas nacionais e europeias para combater as crises. Sucessora de Draghi defendeu instrumento orçamental “significativo” na Zona Euro.

BCE aprova Christine Lagarde como nova presidente

O mandato de Mario Draghi vai ter terminar a 31 de outubro, depois de ter estado oito anos ao leme da instituição. Depois do parecer favorável do BCE, a antiga líder do FMI vai ser formalmente nomeada pelo Conselho Europeu.
Recomendadas

Hélder Rosalino reconduzido no Banco de Portugal com efeitos retroativos a 2019

Hélder Rosalino tem menos de três anos pela frente na administração do Banco de Portugal porque o Governo reconduziu o ex-governante social democrata, mas com efeitos retroativos a setembro de 2019. O mandato dos administradores do banco central são de cinco anos.

Fitch admite que o malparado dos bancos portugueses vai aumentar em 2022

Rafael Quina antevê que o malparado decorrente de 18 meses de moratória se vai fazer sentir especialmente em 2022. O analista disse ainda que há espaço para aumentar a consolidação bancária o que “ajudaria a melhorar os modelos de negócio da banca portuguesa, no sentido de  aumentar a resiliência e a rentabilidade”. Mas ainda há barreiras a derrubar.

Banco CTT vai recolher e reciclar cartões de débito inutilizados através de envelope RSF

“O Banco CTT tem neste momento uma base com mais de 600 mil clientes, pelo que acreditamos que juntarmo-nos a este movimento terá um impacto a prazo relevante na fomentação de hábitos de sustentabilidade ecológicos”, afirma no comunicado Luís Pereira Coutinho, Presidente Executivo do Banco CTT.
Comentários