PremiumPenhoras às contas bancárias somam 185 milhões de euros

Desde 2020, as dívidas em cobrança nos tribunais já levaram a mais de 65.700 penhoras sobre depósitos. Foram penhorados cerca de 600 mil euros por dia sem despacho de um juiz.

Desde 1 de janeiro de 2020 até 22 de março deste ano, foram penhorados 185 milhões de euros em contas bancárias e valores mobiliários por causa de dívidas em tribunal reclamadas por credores. Através do sistema de penhoras eletrónicas bancárias, foi registado um total de 65.782 penhoras, das quais 58.483 em 2020 e 7.299 este ano, refletindo os valores que foram comunicados aos bancos para que fossem “congelados”, ficando os depositantes impedidos de os movimentar.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Governo anuncia recrutamento de 200 trabalhadores para reforçar Autoridade Tributária

Autorização foi dada esta semana pelo ministro das Finanças. João Leão, e revelada esta terça-feira, pelo secretário de Estado Adjunto e dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes.

Rob McCargow: “A literacia digital passou a ser obrigatória nas administrações”

O diretor de Inteligência Artificial da consultora PwC United Kingdom defende que as empresas têm um papel a desempenhar no enquadramento do desenvolvimento da inteligência artificial, em vez de ficarem à espera de governos e reguladores, mas que os decisores têm de ter maior conhecimento sobre tecnologia.

Madeira: Governo Regional vai investir 136 milhões de euros na habitação a custos controlados

O CDS considera o investimento na habitação por parte do Executivo madeirense como uma medida crucial para responder à “dificuldade” das famílias e sobretudo dos casais mais jovens, em encontrar habitação quando os preços do mercado e as rendas são “muito elevados” atualmente.
Comentários