Portugal, Alemanha e Eslovénia assinam Declaração do Trio de Parlamentos da União Europeia

“Comunidade de liberdade, solidariedade e longevidade”, foi assim que Wolfgang Schäuble, presidente do Bundestag e ex-ministro das Finanças de Angela Merkel, descreveu as expectativas sob o acordo assinado

A Declaração do Trio de Parlamentos da União Europeia foi assinada esta segunda-feira pelo Presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues e os homólogos da Alemanha – os Presidentes do Bundestag, Wolfgang Schäuble, e do Bundesrat,  Dietmar Woidke –  e da Eslovénia – os Presidentes da Assembleia Nacional, Igor Zorčič, e do Conselho Nacional, Alojz Kovšca.

“Uma comunidade de liberdade, solidariedade e longevidade”, foi assim que Wolfgang Schäuble, presidente do Bundestag, descreveu as expectativas do acordo assinado. Wolfgang Schäuble garantiu “que todos estão empenhados e é do interesse de todos a recuperação da economia depois da crise”.

Após a assinatura do documento, o presidente do Bundestag e ex-ministro das Finanças de Angela Merkel sublinhou ainda “o fortalecimento da cooperação parlamentar” e “os altos níveis de confiança na migração”.

“Com esta Declaração, os três Parlamentos pretendem responder, de forma concertada e coerente, aos enormes desafios que a União Europeia enfrenta, quer ao nível interno, quer ao nível externo, como sejam as transições ecológica e digital ou as migrações, mas, também, os conflitos que se registam na vizinhança do espaço comunitário”, refere uma nota da Assembleia da República.

 

Relacionadas

Ferro Rodrigues assina hoje Declaração do Trio de Parlamentos da União Europeia com a Alemanha e Eslovénia

A assinatura da Declaração é inserida no Trio de Presidências da União Europeia, que irá decorrer entre 1 de julho de 2020 a 31 de dezembro de 2021. Da agenda da reunião faz ainda parte a situação económica e social em Portugal, particularmente as consequências da pandemia da pandemia para os portugueses.
Recomendadas

Revisão do Orçamento dos Açores aprovada na Assembleia Regional

Na apresentação da revisão do orçamento, o vice-presidente do Governo Regional avançou que a proposta prevê um aumento de 210,4 milhões de euros da despesa orçamental e uma redução de 74,6 milhões da receita.

António Costa e Giuseppe Conte avisam que degradação das previsões económicas impõem acordo europeu já

Os primeiros-ministros de Portugal e de Itália alegaram esta terça-feira que o agravamento das previsões negativas da economia feitas pela Comissão Europeia impõe um acordo entre os 27 Estados-membros já na próxima reunião do Conselho Europeu.

“Para uns milhões, para outros tostões”: PAN e PEV apresentam propostas para acabar financiamento às touradas

O PAN lembrou que “para estes casos, PS e PSD invocam a lei travão e a necessidade de estabilidade orçamental, deixando para trás medidas da mais elementar justiça económica e social. Para a tauromaquia há sempre dinheiro e nunca ouvimos falar da lei travão.
Comentários