Primavera BSS vai formar 500 profissionais em tecnologia e dá 100% garantia de emprego

A onda de formações, que decorrem nos próximos dois anos, insere-se num programa de reconversão profissional para pessoas com diferentes percursos formativos que queiram reorientar a carreira e enveredar neste ramo (ou quaisquer recém-licenciados).

A empresa de software de Primavera BSS vai, ao longo dos próximos dois anos, formar 500 profissionais na área da tecnologia para integrarem a sua rede de mais de 500 parceiros e cerca de 40 mil empresas clientes. A onda de formações insere-se num programa de reconversão profissional para pessoas com diferentes percursos formativos que queiram reorientar a carreira e enveredar neste ramo.

A unidade de negócio do grupo dedicada à formação – Primavera Academy – está ainda a acolher recém-licenciados que queiram acelerar a entrada no mercado de trabalho, independentemente daquilo que estudaram estar relacionado com as tecnologias de informação ou não.

“A aceleração tecnológica do último ano veio agravar ainda mais a falta de profissionais nas TI, por isso estamos a reforçar os nossos programas de formação intensiva e requalificação profissional com o intuito de disponibilizar ao mercado recursos dotados das competências necessárias para abraçar a era digital e com uma vantagem competitiva muito importante que é garantirmos a sua colocação profissional no ecossistema Primavera, nomeadamente através dos nossos programas de estágios remunerados”, explica a vice-presidente da empresa, Ângela Brandão.

Ou seja, a tecnológica de Braga está preocupada com a enorme escassez de recursos qualificados em Portugal e, à semelhança de outras multinacionais, procura através de programas internos encontrar respostas para este problema, cuja solução já não se encontra apenas nas melhores faculdades do país.

A Academia Primavera tem ainda um calendário formativo (online e presencial) para aquisição de conhecimento em áreas cada vez mais procuradas pelo tecido empresarial, nomeadamente tecnologia/digital, e faz cerca de 700 formações por ano com mais de 6 mil participantes, nos vários mercados em que está presente: Portugal, Angola, Moçambique e Cabo Verde.

Recomendadas

Aspirantes a cientistas do colégio luso-francês do Porto ganham prémio europeu

Entre os muitos temas de investigação apresentados este ano contam-se a computação quântica, células solares inovadoras e uma investigação estatística sobre os estereótipos de género nas crianças dos cinco e os sete anos. 

Ensino superior. Abertas candidaturas para bolsas de estudo no valor de 94 milhões (com áudio)

As bolsas destinam-se a alunos carenciados, que podem apresentar a sua candidatura até 30 de setembro através do formulário eletrónico no Balcão de Portugal 2020.

Comissão Europeia lança aplicação móvel Erasmus+ para Cartão Europeu de Estudante

Em comunicado, o executivo comunitário anuncia o lançamento desta nova aplicação, falando num “novo marco na digitalização do programa Erasmus+”.
Comentários