Reserva Federal mantém inalteradas taxas de juro nos 0,25%

Sem grande surpresa, a autoridade monetária dos EUA reiterou o seu compromisso com o apoio à retoma económica e à recuperação da atividade, avisando que manterá a política de compra de ativos.

Chairman da Reserva Federal dos EUA, Jerome H. Powell (AFP)

A Reserva Federal norte-americana decidiu manter inalteradas as taxas de juro de referência para a maior economia do mundo, apesar das preocupações do mercado com a subida da inflação nas últimas leituras do indicador. Depois da reunião desta quinta-feira, a autoridade monetária dos EUA reafirmou o seu compromisso com a manutenção do apoio à recuperação económica em curso.

Tal como era já esperado e como havia apontado o presidente do organismo, as taxas de juro de referência mantiveram-se no seu mínimo histórico de 0,25%, isto apesar do forte avanço na vacinação ter permitido já a reabertura da economia e uma recuperação visível, depois dos meses difíceis em que a Covid-19 perturbou gravemente a economia norte-americana.

“O comité decidiu manter o intervalo-alvo para a taxa federal entre 0 e 0,25%, esperando que seja apropriado manter este alvo até que o mercado laboral atinja números consistentes com a avaliação de pleno emprego e a inflação tenha subido para 2%, colocando-se em linha para exceder moderadamente este valor durante algum tempo”, lê-se no comunicado da ‘Fed’.

Mantém-se assim a política de compra de ativos definida em dezembro passado, que passa por 80 mil milhões de dólares (67,83 mil milhões de euros) de títulos do Tesouro e por 40 mil milhões de dólares (33,93 mil milhões de euros) de títulos hipotecários (mortgage-backed securities) por mês.

A ‘Fed’ alerta, no entanto, que, face ao progresso feito pela economia norte-americana nos últimos meses, se manterá atenta, em avaliação da situação e “preparada para ajustar a posição em termos de política monetária de forma apropriada, caso surjam riscos que possam impedir a obtenção dos objetivos traçados”, lê-se ainda na nota da autoridade monetária dos EUA.

[notícia atualizada às 19h15]

Recomendadas

Biden e Putin: tentar salvar a face, cada um à sua maneira. Hoje há “A Arte da Guerra” com Francisco Seixas da Costa

Acompanhe o programa “A Arte da Guerra” na plataforma multimédia JE TV, através do site e das redes sociais do Jornal Económico.

ONU disponibiliza 38,5 milhões de euros para apoiar sistema de saúde no Afeganistão

A ONU vai disponibilizar 45 milhões de dólares (38,5 milhões de euros) em ajuda emergencial para apoiar o sistema de saúde no Afeganistão, disse esta quarta-feira Martin Griffiths, secretário-geral adjunto das Nações Unidas para Assuntos Humanitários.

Jovens entre 18 e 20 anos podem candidatar-se a 60 mil passes de interrail gratuitos

Os candidatos que ganhem um bilhete podem viajar durante 30 dias, entre março de 2022 e fevereiro de 2023, sendo que por ainda se desconhecer a evolução da pandemia, as reservas são flexíveis.
Comentários