Simulador do IRS: saiba qual vai ser o seu salário líquido

Consulte aqui a calculadora do salário líquido de 2018. Faça as contas e fique a saber quanto dinheiro leva para casa já em janeiro e ao longo deste ano, face às alterações orçamentais.

Ler mais

O Jornal Económico/EY disponibiliza um simulador que permite calcular quanto é que um trabalhador do privado vai receber em cada mês, depois de descontos e impostos.

O cálculo incorpora já as alterações orçamentais, reflectidas nas novas tabelas de retenção do IRS, como o fim da sobretaxa, o aumento de cinco para sete escalões, o aumento do mínimo de existência (o montante até ao qual os contribuintes ficam isentos do imposto) para 9.007 euros, bem como a eliminação da sobretaxa de IRS.

Clique aqui para aceder à calculadora

Com a calculadora saberá qual é a sua remuneração mensal líquida por tipo de mês de remuneração: mês sem subsídios, mês com subsídio de férias ou mês com subsídio de natal.

No Excel, é necessário especificar algumas informações como o valor do salário base (bruto) mensal, o valor diário do subsídio de alimentação e a modalidade em que é pago (em dinheiro ou em vales/cartões), número de dias úteis mensais, o estado civil e o número de filhos.

No final, obterá o resultado da simulação e ficará a saber qual é o seu salário líquido mensal com e sem duodécimos em 2018 e comparar qual é a diferença em relação a 2017.

 

 

Recomendadas

Turismo do Algarve opõe-se a taxa turística aprovada por municípios

O presidente da Região de Turismo do Algarve (RTA), João Fernandes, contestou hoje a aplicação de uma taxa turística na região, cuja introdução foi decidida pela Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL) e anunciada ontem.

União Europeia aumenta pressão sobre a Suíça para concluir um novo acordo

“As negociações não podem tornar-se uma história sem fim”, referiu o comissário europeu Johannes Hahn, que ameaça interromper o comércio transfronteiriço de ações até ao final do ano, se não houver acordo.

Não acordo no Brexit terá um impacto “relativamente pequeno” no mercado de trabalho alemão

Cerca de 41.000 britânicos estavam empregados na Alemanha em dezembro de 2017, um número que é “insignificante para o mercado de trabalho em geral”, revelou o governo de Angela Merkel ao “Der Spiegel”, em resposta ao partido de extrema-esquerda.
Comentários