Companhia aérea vai ligar Madeira à Ucrânia com dois voos por semana (com áudio)

Serão voos diretos de Kiev duas vezes por semana (sábados e terças-feiras), entre 24 de julho e 20 de outubro.

A SkyUp Airlines é mais uma companhia aérea a chegar à Madeira. Serão voos diretos de Kiev duas vezes por semana (sábados e terças-feiras), entre 24 de julho e 20 de outubro, anunciou a Secretaria Regional do Turismo e Cultura.

“Será operada com aviões Boeing 737-800, capacidade 189 lugares. Aos sábados e às terças-feiras, os voos partem da capital ucraniana às 16h00, chegando à Madeira às 20h05. Em sentido inverso, partem da Madeira às 21h05, chegando a Kiev às 4h50 do dia seguinte. Será a rota mais longa a operar de/para a Madeira. O voo Kiev-Funchal dura 6h05 e o Funchal-Kiev tem um tempo de voo de 5h45”, acrescentou a Secretaria Regional.

O Chief Commercial Officer da ANA – Aeroportos de Portugal, Francisco Vieira Pita, disse, sobre esta operação aérea, que “é com renovado otimismo que o Aeroporto da Madeira recebe uma nova companhia aérea low cost: a SkyUp Airlines, que inicia mais uma ligação regular com Kiev. A aposta desta segunda companhia aérea ucraniana na Madeira, volta a demonstrar a resiliência do destino Madeira na recuperação de mercados emissores, bem como o potencial desta região como destino turístico alicerçado na sustentabilidade. Esta operação resulta de um trabalho conjunto da ANA Aeroportos de Portugal/VINCI Airports e das entidades turismo nacionais e regionais”.

Já o secretário regional de Turismo e Cultura, Eduardo Jesus, disse que a operação da ‘SkyUp Airlines’, juntamento com a da ‘Ukraine International Airlines’, “respondem ao desafio concreto da diversificação de mercados, que estamos continuamente a apostar, e vem confirmar o potencial do mercado ucraniano, que, num só mês, conhece duas novas operações diretas para o destino Madeira”.

Recomendadas

Costa criticado à esquerda e à direita por declarações sobre a Galp

Os vários partidos políticos deixaram críticas sobre o ataque de António Costa à Galp pelo encerramento da refinaria de Matosinhos. Se à esquerda foi criticado pelas declarações que consideram ser tardias, à direita apontaram que em maio teve declarações contraditórias.

Evergrande chega a acordo para evitar incumprimento de uma das suas dívidas

O gigante imobiliário chinês Evergrande disse esta quarta-feira ter chegado a um acordo com os detentores de obrigações para evitar o incumprimento de uma das suas dívida.

Endividamento das empresas privadas em máximos de 2014 (com áudio)

Desde março de 2014 que o endividamento das empresas privadas não atingia um valor tão elevado. No final de julho, as empresas do comércio e das indústrias eram as que mais contribuíam para este endividamento.
Comentários