Sport TV rejeita acusação do Braga e garante entregar todas as imagens e audio “sem quaisquer condicionantes”

Em causa estão as acusações do Sp. de Braga que na quarta-feira acusou o canal dirigido por Nuno Ferreira Pires de iludir os telespetadores e os elementos do sistema VAR, ao interferir “na apreciação de uma jogada de golo”, no jogo da Taça de Portugal que terminou com a derrota do clube com o FC Porto.

Nuno Ferreira Pires, presidente executivo da Sport TV

Depois de o Sporting Clube de Braga ter acusado a Sport TV de ter iludido telespetadores e elementos do videoárbitro (VAR) no jogo com o FC Porto, a contar para a segunda mão da meia final da Taça de Portugal, que terminou com vitória do clube da Invcta, o Conselho de Administração da Sport TV emitiu esta quinta-feira, uma nota de esclarecimento que refuta as alegações dos bracarenses.

“A Sport TV entrega na Cidade do Futebol, sem quaisquer condicionantes, os sinais vídeo e áudio da totalidade das câmaras usadas nas filmagens dos jogos da Liga NOS para serem analisados pelo VAR”, garantiu o canal de conteúdos desportivos premium na nota enviada às redações.

A estação televisiva liderada por Nuno Ferreira Pires fez saber também que envia “a totalidade das imagens disponíveis, mesmo aquelas que não são usadas na emissão dos jogos”.

“Esses sinais são enviados, isoladamente dos estádios para a Cidade do Futebol, em direto, sem qualquer grafismo, tratamento editorial ou qualquer outra intervenção por parte das equipas da Sport TV. Não faz pois nunca sentido considerar que um qualquer elemento gráfico usado na transmissão da Sport TV possa influenciar as decisões de uma equipa de arbitragem pelo facto destes elementos não estarem presentes nas imagens entregues à Cidade do Futebol para efeitos do VAR”, explicou o conselho de administração .

Ontem, o Braga publicou uma carta aberta ao conselho de administração da estação televisiva que é detida pelas empresas Olivedesportos, Altice, Nos e Vodafone Portugal, criticando o modo como a Sport TV fez o acompanhamento televisivo do jogo com o FC Porto, a contar para a Taça de Portugal.

“Conforme verificamos no jogo desta terça-feira, frente ao FC Porto, a contar para a Taça de Portugal Placard, a Sport TV iludiu os telespetadores, mas também os elementos designados para a função de VAR, ao disponibilizar uma linha aplicada numa câmera em ângulo impróprio e que induziu em erro os vários analistas”, lê-se.

“Resulta evidente a interferência que o operador teve na apreciação de uma jogada de golo, contribuindo para a sua indevida anulação e assim condicionando, potencialmente, o resultado de uma eliminatória e o acesso a uma final”, acrescentou o clube minhoto.

Ler mais
Recomendadas

Cerca de 60 pessoas em protesto contra o fecho dos CTT no Monte de Caparica

Cerca de 60 pessoas protestaram hoje contra o fecho do único posto de correios no Monte de Caparica, em Almada, no distrito de Setúbal, afirmando que vão “lutar até ao fim” para que permaneça na freguesia.

A senhora que se segue no Turismo é Rita Marques, atual CEO da Portugal Ventures

Rita Marques lidera a Portugal Ventures, entidade que resultou da fusão de três Sociedades de Capital de Risco em Portugal – AICEP Capital, InovCapital e Turismo Capital.

Porsche quer SIVA a crescer para 30 mil carros vendidos por ano “a médio prazo”

“Estamos muito orgulhosos por conseguirmos concluir esta operação”, que ficou fechada a 15 de outubro, revelou em conferência de imprensa Hans Peter Schützinger, CEO da Porsche Holding Salzburg.
Comentários