TAP reforça em 2020 voos para América do Norte e Cabo Verde

Boston e Newark, nos Estados Unidos, Toronto, no Canadá, e Sal, em Cabo Verde, são os destinos que entre janeiro e março do próximo terão reforço de voos por parte da companhia aérea nacional.

A TAP vai aumentar a sua oferta de voos para a América do Norte já em 2020, entre os próximos meses de janeiro e de março.

“Os voos que ligam Lisboa a Boston e Newark crescem de cinco para sete frequências por semana, passando a diários, e Toronto, no Canadá, passa de quatro para cinco voos semanais”, assinala um comunicado da transportadora aérea nacional.

Para Cabo Verde, ainda antes, já em janeiro do próximo ano, a TAP vai lançar também o sétimo voo semanal para a ilha do Sal.

“Os novos padrões de qualidade e de conforto que a TAP oferece aos seus passageiros, que têm como pilares a nova frota, composta por aviões de última geração, mais modernos e eficientes, permitindo maior margem operacional e uma operação mais amiga do ambiente devido a um consumo de combustível até 25% inferior ao da frota com mais anos, têm permitido que a TAP ofereça um dos produtos mais competitivos nos mercados da América do Norte, cuja grande aceitação conduz a este reforço da operação”, defende a referia nota informativa.

O mesmo documento acrescenta que “a TAP tem também trabalhado e investido intensamente na consolidação e melhoria operacional do seu ‘hub’ de Lisboa, melhorando a conectividade dos voos da sua rede de destinos, permitindo aos passageiros ligações horárias otimizadas entre os oito aeroportos na América do Norte, dez no Brasil, um na Venezuela, 16 em África e os cerca de 70 na Europa operados pela Companhia aérea portuguesa”.

Recomendadas

Privatização da Cabo Verde Airlines estará concluída até 31 de dezembro

O documento do Ministério das Finanças cabo-verdiano refere que o processo de venda de 51% das ações da TACV ao parceiro estratégico, Loftleidir Cabo Verde, foi assinado a 1 de março deste ano e que a venda dos restantes 49% dos títulos decorre com “toda a normalidade”.

Regulador cabo-verdiano apresenta normas sobre fundos de investimento e titularização de créditos

O objetivo é que o documento contribua para o desenvolvimento dos “pilares normativos fundamentais” do mercado de valores mobiliários de Cabo Verde.

Navios GSLINES querem chegar de Lisboa à Praia em cinco dias

A antiga Portusline Containers International passará a chamar-se GSLINES após a fusão de companhias de transportes marítimos, disse ao Económico Cabo Verde Pedro Amaral Frazão, administrador do Grupo Sousa.
Comentários