Teleperformance arranca com recrutamento de 3 mil colaboradores até ao final do ano

A empresa pretende atrair novo talento através do programa de recrutamento internacional, “que se destaca pela oferta de um pacote completo de recolocação para a perfeita integração do colaborador na empresa e em Portugal”.

Brian Snyder/Reuters

A Teleperformance Portugal vai arrancar com um processo de recrutamento que visa integrar três mil novos colaboradores na equipa até ao final de 2021, através do seu programa de recrutamento internacional.

Esta necessidade surge após a sucursal portuguesa registar um aumento de 20% na sua carteira de clientes nos últimos 12 meses, bem como a um aumento de mil colaboradores da empresa no primeiro semestre do ano, informa o comunicado, divulgado esta segunda-feira.

Com base neste crescimento, a empresa procura novamente reforçar a sua equipa em áreas como gestão de conteúdos, automação, turismo e lazer, gaming, e saúde, procurando talento que combine conhecimentos e entusiasmo para estas áreas de especialização, com competências linguísticas nativas em várias línguas, tais como inglês, francês, alemão, holandês, espanhol e russo.

De forma a incentivar o talento internacional a vir trabalhar para Portugal, a Teleperformance desenvolveu o programa de recrutamento internacional, que oferece um pacote completo de deslocalização, com o objetivo de facilitar a integração de cada colaborador, não só na empresa mas também em Portugal.

A empresa de prestação de serviços de integração digital soma atualmente mais de 12 mil colaboradores, tendo conquistado este ano um certificado de “Great Place to Work” para 2021/2022.

Além dos incentivos ao talento internacional, a Teleperformance destaca ainda iniciativas como acompanhamento médico e apoio psicológico disponível a cada colaborador e estratégias de progressão na carreira, através de um conjunto de programas de training.

Consulte as vagas aqui.

Recomendadas

Venda de smartphones sem carregador é correta à luz da lei?

Se o profissional não inclui um adaptador de corrente com o smartphone e que não informa, de forma cuidadosa, o consumidor – trata-se de uma omissão enganosa e, como tal, conduz ou é suscetível de conduzir o consumidor a tomar uma decisão de compra que não teria tomado de outro modo.

OE2022: Inquilinos defendem mais cinco anos para período de transição de rendas antigas

A Associação dos Inquilinos Lisbonenses (AIL) defende o prolongamento por mais cinco anos do período transitório para contratos de arrendamento anteriores a 1990, sendo esta uma das medidas que quer ver incluída no Orçamento do Estado para 2022 (OE2022).

Lisboa. Avenida Fontes Pereira de Melo fecha ao trânsito temporariamente

Segundo a autarquia, a avenida estará encerrada para que se proceda à realização de trabalhos no coletor e reposição da infraestrutura, que estima durarem toda a semana.
Comentários