TNT Sports e SBT vão partilhar direitos televisivos da Liga dos Campeões no Brasil até 2024

A Uefa e a Team Marketing – agência responsável pela comercialização dos direitos da competição, chegaram a um acordo para que a TNT Sports, subsidiária da Turner Brasil, para que estas transmitam todos os jogos da Liga dos Campeões das temporadas 2021-2022, 2022-2023 e 2023-2024.

A emissora da gigante norte-americana WarnerMedia, TNT Sports e a rede comercial, SBT, serão responsáveis ​​pela transmissão da principal competição de clubes da UEFA nos próximos três anos em território brasileiro, segundo o portal “Palco 23”.

A Facebook decidiu alterar o seu modelo, abandonando a transmissão de eventos desportivos ao vivo e, consequentemente, abdicando dos direitos televisivos da Liga dos Campeões para as próximas três temporadas.

Rob Shaw, diretor do departamento desportivo e associações de meios de comunicação social da rede social norte-americana, justificou a decisão dizendo que “os acordos tradicionais de direitos televisivos como estes não são compatíveis com o nosso modelo de negócios de vídeo atual”. A rede social tem investido em diferentes conteúdos para aumentar a exposição na sua plataforma e, para além do desporto dito “tradicional”, tem também investido em eSports e streaming de videojogos que, até ver, se tem revelado uma aposta bastante promissora, especialmente na América Latina onde, precisamente, vai abdicar dos direitos da liga milionária.

Os direitos televisivos pagos da Champions da região sul-americana para o ciclo da temporada 2018-2019 a 2020-2021 foram adquiridos pela Fox Sports e pela Espn, ambas detidas pela Walt Disney, enquanto o pacote gratuito foi adquirido pela Facebook.

A Uefa e a Team Marketing – agência responsável pela comercialização dos direitos da competição, chegaram a um acordo para que a TNT Sports, subsidiária da Turner Brasil, para que estas transmitam todos os jogos da Liga dos Campeões das temporadas 2021-2022, 2022-2023 e 2023-2024.

A TNT Sports, anteriormente conhecida como “Esporte Interativo”, deverá oferecer alguns dos jogos nos canais de TV paga TNT e Space, e outros no serviço de transmissão no TNT Sports Stadium.

Por sua vez, a SBT estará encarregue de oferecer 15 jogos por temporada, um por dia, desde o início do torneio, com a fase de grupos, até a final. No qual representa mais um passo da plataforma no seu compromisso com o futebol, após assumir os direitos da Taça Libertadores em substituição à rede brasileira, Globo.

O processo de licitação dos direitos da Liga dos Campeões, Liga Europa e da nova Liga Europa Conference teve início no dia 19 de janeiro, sendo que o prazo para a apresentação de propostas das propostas terminou no dia 23 de fevereiro.

Ler mais
Recomendadas

Superliga: Criadores pretendem remodelar prova após êxodo dos ingleses

O Manchester City foi o primeiro dos clubes ingleses a oficializar, na terça-feira, a saída da Superliga, seguindo-se, pouco depois e praticamente ao mesmo tempo, Arsenal, Liverpool, Manchester United e Tottenham, antes de o Chelsea consumar o abandono de toda a ‘elite’ do futebol britânico, já na madrugada de hoje.

Superliga: Arsenal, Liverpool, Tottenham e Manchester United também abandonam

Os ‘citizens’ anunciaram anteriormente que já tinham iniciado formalmente o procedimento para se retirarem do grupo responsável pelo desenvolvimento do projeto da Superliga europeia, tendo agora sido seguidos por mais estes quatro clubes ingleses, estando ainda na calha a eventual saída do Chelsea.

Fernando Santos mostra-se “totalmente contra” criação da Superliga

“Nem me passa pela cabeça que isso possa ser viável, sinceramente. Não faz nenhum sentido. O que vai trazer de positivo ao futebol? Menor qualidade, só”, referiu o selecionador nacional.
Comentários