Virgílio Teixeira celebrado a partir de hoje no Teatro Municipal Baltazar Dias

A celebração do ator madeirense inclui um ciclo de cinema, um colóquio, uma exposição e ainda um espetáculo. Este programa de atividades inicia-se hoje e vai até sexta-feira no Teatro Municipal Baltazar Dias.

O ator madeirense Virgílio Teixeira é celebrado a partir de hoje no Teatro Municipal Baltazar Dias numa altura em que se assinala o centenário do seu nascimento.

O Teatro Baltazar Dias promove nesta celebração de Virgílio Teixeira um ciclo de cinema, uma exposição, um colóquio e um espetáculo com Vânia Fernandes.

Esta quinta-feira começa o colóquio que vai debater assuntos como: ‘Entre a Portugalidade e a Irmandade Ibérica: Nascimento de uma Estrela de Cinema’, Virgílio Teixeira em Espanha – A Configuração de um Novo Modelo de Masculinidade no Cinema Franquista dos Anos Cinquenta’, ‘As Estrelas de Cinema no Neo-Realismo’, ‘Mr. Teixeira, Um Embaixador Português em Hollywood’.

A carreira de Virgílio Teixeira inclui cerca de 100 filmes. Entre esses trabalhos estão ‘Alexandre, o Grande’, ‘ O Costa do Castelo’, ‘Ave de Arribação’, ‘El Cid’,  ‘O Regresso dos Sete Magníficos’.

Entre os convidados do colóquio estão: Maria do Carmo Piçarra e José Manuel Peláez Ropero (Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade da Universidade do Minho), Paulo Miguel Rodrigues e Ana Salgueiro (Centro de Investigação em Estudos Regionais e Locais da Universidade da Madeira), Paulo Cunha (Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX, da Universidade de Coimbra), Leonor Areal (Instituto de História Contemporânea da Universidade Nova de Lisboa) e José da Costa Ramos (Ex-Presidente do Instituto do Cinema, Audiovisual e Multimédia e Ex-Presidente da Tobis Portuguesa).

O colóquio tem início às 10h00 e termina às 17h30. A celebração do actor madeirense, no Teatro Municipal Baltazar Dias, finaliza-se na sexta-feira.

Ler mais
Recomendadas

Deco alerta para contratações de prestação de serviços com recurso a créditos ao consumo

Antes de assinar um contrato de crédito ao consumo, o consumidor deve ser informado de forma clara sobre as características – comissões, prazo, taxas de juro, entre outras, para poder avaliar os encargos que suportará com esta contratação.

Mais de 10 anos após primeiras reivindicações ainda não há lei das tatuagens, alerta Deco

Nas visitas realizadas pela nossa equipa da revista PROTESTE a estúdios de tatuagens verificou-se que tatuar a pele de um menor sem a autorização dos pais não levanta qualquer constrangimento a muitos profissionais.

PAN quer no mínimo dois deputados na Assembleia da Madeira

As bandeiras do partido são a saúde, o combate à corrupção e tráfico de influências, a luta contra a pobreza e uma linha marítima entre a Madeira e o continente.
Comentários