BI4ALL quer contratar 30 pessoas até final do ano

A nova edição da Talent Academy, que desempenha um papel fundamental na formação do talento desta empresa especializada no desenvolvimento de soluções de Business Intelligence, arranca esta segunda-feira, 2 de julho.

A BI4ALL, empresa especializada no desenvolvimento de soluções de Business Intelligence , anunciou a intenção de reforçar a equipa com cerca de três dezenas de novos talentos, ao longo do ano.

O talento será limado internamente através da Talent Academy, programa desenvolvido pela empresa para facilitar e estimular a integração sustentada dos recém licenciados no mercado de trabalho. Com arranque marcado para segunda-feira, 2 de julho, a Talent Academy irá ingressar 10 participantes durante um período de dois meses, que vão receber formação teórica e prática de Data Science, Business Intelligence, Big Data, Business Analysis e Artificial Intelligence

Orientados por uma equipa de managers e consultores seniores desenvolverão os seus conhecimentos, através do contacto com diferentes ferramentas, nomeadamente,SQL, Power BI, Spark, Qlik, AWS,MicroStrategy, entre outras.  Aos formandos, será dada oportunidade de abraçarem projetos da empresa, quer a nível nacional, quer internacional, refere a BI4ALL em comunicado.

“Nunca a competição pelo melhor talento foi tão importante. Na BI4ALL temos uma aposta de longa data, em conjugar os desafios mais aliciantes com as melhores condições para os concretizar, para quem gosta de desafiar o ‘status quo’ temos as melhores oportunidades” afirma José Oliveira, CEO BI4ALL.

Recomendadas

Lucros da banca sobem 133% em 29 anos, já o crédito a clientes subiu 862%

Desde 1990, verificou-se um aumento de concentração do sistema bancário português. Ao longo do período para o qual existe informação comparável, Portugal apresenta um nível de concentração superior ao da área do euro, o que poderá ser explicado pelo facto dos países mais pequenos tenderem a ter níveis de concentração mais elevados, explica o BdP.

Moody’s atribui ‘rating’ B2 com ‘outlook’ estável à TAP e ao empréstimo obrigacionista

Depois da Standard & Poor’s, é a vez da Moody’s iniciar a análise de ‘rating’ da companhia aérea nacional.

Moody’s atribui à dívida da TAP quinto nível de “lixo”

A agência de notação financeira norte-americana atribuiu o ‘rating’ “B2” à emissão de obrigações anunciada ontem.
Comentários