Estado de emergência na Alemanha termina a 25 de novembro

O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde alemão, Jens Spahn que diz que o país está a “a passar de um estado de emergência para um estado de cautela especial”.

O ministro da Saúde alemão, Jens Spahn, disse que as regras mais rígidas relacionadas com a contenção da Covid-19 na Alemanha poderão terminar a 25 de novembro, embora a testagem, a administração de vacinas e outras medidas de higienização continuem em vigor após essa data.

“O estado de emergência que está em vigor há quase 19 meses desde 28 de março de 2020 vai acabar”, afirmou Jens Spahn, na segunda-feira, segundo o jornal alemão “Bild” citado pela “Reuters”. “Estamos a passar de um estado de emergência para um estado de cautela especial”, completou o governante.

As medidas excecionais de controlo da pandemia na Alemanha expiram automaticamente, a menos que sejam ativamente estendidas por votação parlamentar.

Os dados mais recentes, divulgados pelo Instituto Robert Koch esta segunda-feira, indicam mais 4.056 novos casos de infeção, passando para um total de 4.377.845 casos no país. Foram contabilizados mais dez óbitos associados ao vírus SARS-CoV-2, uma doença que já matou 94.628 pessoas em território alemão.

Apesar da recuperação dos alemães no que toca aos números da Covid-19, a economia alemã parece estar longe de recuperar. A taxa de inflação homóloga na Alemanha atingiu 4,1% em setembro, um máximo em 28 anos, devido a um aumento significativo dos preços da energia, que subiram 14,2%. Em agosto e julho, a inflação homóloga na Alemanha tinha sido inferior a 4%.

Relacionadas

Rum da Madeira promovido na Alemanha

O Bar Convent Berlim, que contou com cerca de nove mil visitantes, é uma das principais feiras internacionais no que concerne a indústria de bar e bebidas, pois reúne, lado a lado, marcas de renome.

Merkel agradece cooperação a Erdogan mas critica corte de liberdades na Turquia

Merkel mostrou-se grata pela luta da Turquia contra a migração clandestina e contra o tráfico ilegal de pessoas, lembrando que, no âmbito do acordo de migração com Ancara, a União Europeia já transferiu 4,5 mil milhões de euros dos seis mil milhões prometidos para ajudar os refugiados sírios.
Recomendadas

Covid-19. África do Sul ultrapassa três milhões de infeções

A África do Sul, que detetou a nova variante Ómicron e está a entrar na quarta vaga da pandemia, com um aumento exponencial de novas infeções, ultrapassou esta sexta-feira os três milhões de infeções pelo coronavírus SARS-CoV-2, segundo números oficiais.

Portugal regista mais 2.535 casos positivos e 21 mortes por Covid-19

Nas últimas 24 horas, foram retiradas 14 pessoas em enfermaria, para um total de 902. Nos cuidados intensivos foi colocado mais um doente (129 no total).

OMS diz que medidas aplicadas para travar variante Delta devem funcionar com Ómicron

O diretor regional da OMS para o Pacífico Ocidental alertou ainda que “enquanto a transmissão continuar, o vírus pode continuar a sofrer mutações”.
Comentários