Opensoft nas universidades à procura de engenheiros

A empresa especializada no desenvolvimento de software tem como objetivo para este ano aumentar a equipa para 67 colaboradores.

A Opensoft procura engenheiros de software para desenvolvimento de sistemas de grande escala, capazes de resolver problemas de elevada complexidade técnica, e oriundos de cursos como Engenharia Informática, Engenharia de Telecomunicações, Informática de Gestão, Computação Gráfica ou Multimédia. A empresa pretende fazer crescer a sua equipa até aos 67 colaboradores.

Para ajudar na procura de talento, a empresa realiza até ao próximo dia 17 de maio a Opentour, iniciativa anual que percorre as principais universidades portuguesas especializadas em Informática.

“A Opentour é uma iniciativa importante da Opensoft que nos permite contactar diretamente com o perfil de engenheiro de software que procuramos. Trata-se de uma relação vencedora para as duas partes: as universidades pretendem criar oportunidades de informação sobre o mercado de trabalho para os alunos e estes, por seu lado, precisam do apoio das empresas para desenvolver atividades e aprimorar conhecimentos”, explica Mariana Sousa, responsável de Recursos Humanos desta empresa portuguesa especializada no desenvolvimento de software business critical.

Recomendadas

Efacec promove concurso onde todos os candidatos serão “considerados para oportunidades de recrutamento”

Esta quinta-feira, 150 alunos universitários são desafiados a pensar no futuro das áreas-chave de atuação da Efacec – energia, mobilidade e engenharia -, numa iniciativa que poderá culminar em oportunidades de recrutamento junto da empresa.

Salários dos engenheiros vão crescer acima da média nacional

A escassez da oferta abre boas perspetivas, tanto na mobilidade de emprego como nos salários. Acentua-se a tendência dos engenheiros que optam por funções de gestão.

Centros cortaram subsídio de desemprego a quase quatro mil pessoas

Em causa está sobretudo o Modelo de Acompanhamento Personalizado para o Emprego (MAPE), que estreitou a relação entre utentes e serviços.
Comentários