PSD diz que lay-off vai influenciar a taxa de desemprego, PCP pede medidas “urgentes e imediatas”

“Nós temos imensas empresas e milhares de trabalhadores em lay-off. Desses, quantos é que vão regressar ao trabalho e quantos é vão sair para o desemprego?”, questionou o líder do PSD.

O PSD e PCP comentaram o aumento da taxa de desemprego para 7%, esta terça feira, 29 de julho. Rui Rio alertou para a influência que o lay-off poderá ter nos números do desemprego, já o PCP pediu, em nota de imprensa no site do partido, “medidas urgentes e imediatas”.

Durante a sua visita ao Algarve, a 29 de julho, o Presidente do PSD garantiu que os números conhecidos continuam a ser “uma incógnita”, sendo a taxa efetiva muito difícil de estimar.

“A taxa de desemprego em Portugal é uma incógnita. Isso que foi hoje divulgado, era bom que fosse assim, mas não é, é pior. Nós temos imensas empresas e milhares de trabalhadores em ‘lay-off’, desses trabalhadores quantos é que vão regressar ao trabalho e quantos é vão sair para o desemprego”, alertou Rui Rio.

Por sua vez, o PCP considerou que “a situação em torno da epidemia assume um significado particular na atual realidade do desemprego” e acusa  “as recentes alterações ao Código de Trabalho acordadas entre PS, PSD, CDS, Patronato e UGT” de terem acrescentado “precariedade à precariedade já existente”. “Facilitou os despedimentos, muitos a pretexto da epidemia”, apontou o partido comunista.

Assim, o partido liderado por Jerónimo de Sousa pede “medidas urgentes e imediatas para responder já às graves situações que os trabalhadores enfrentam, medidas fundamentais para fazer frente a uma situação social e económica, que se não mudar o rumo das opções políticas de fundo, tenderá a agravar-se”.

De acordo com dados do Instituto Nacional de Estatícistas (INE), apesar do aumento ser de 7%, na verdade os números são mais elevados sendo que a taxa de subtilização do trabalho ascendeu aos 15,4%. A diferença deve-se facto de muitos trabalhadores sazonais ficarem fora das contas da taxa de desemprego, por não estarem ativamente à procura de emprego.

“Para o aumento mensal da taxa de subutilização do trabalho neste mês, ao contrário do sucedido nos meses anteriores, contribuiu exclusivamente o aumento do número de desempregados e do subemprego de trabalhadores a tempo parcial, já que diminuiu o número dos inativos à procura de emprego mas não disponíveis para trabalhar e o de inativos disponíveis mas que não procuram emprego”, indicou o INE

Ler mais
Relacionadas

Rui Rio exige medidas para apoiar o setor do turismo no Algarve

O presidente do PSD aproveitou a ocasião para anunciar que o partido vai apresentar um projeto de retoma da economia, contemplando já os fundos europeus

Deixar falir a TAP? “Poderia deixar”, admite Rui Rio

O presidente do PSD defende que a TAP está “tecnicamente falida” e que por isso é de extrema importância pedir ao Governo um plano de negócios “que ainda não apareceu”.

PCP classifica a venda de ativos imobiliários do Novo Banco como “um crime económico contra o Estado português”

Para o partido comunista “esta situação confirma, mais uma vez, que a venda do Novo Banco à Lone Star demonstra, por si só, que a privatização foi uma má opção”.
Recomendadas

Parlamento discute hoje e vota referendo sobre a eutanásia na sexta-feira

O parlamento discute hoje e vota na sexta-feira uma proposta de referendo sobre a eutanásia, que divide direita e esquerda, mas em que há um bloco maioritário para a “chumbar”, do PS, BE, PCP, PAN e PEV.

OE2021: Federação sindical pediu alterações ao BE e ao PS

A Federação de Sindicatos da Administração Pública (FESAP) pediu hoje aos deputados do Bloco de Esquerda e do Partido Socialista que proponham alterações ao Orçamento do Estado (OE) para 2021 que respondam às reivindicações dos funcionários públicos.

Marcelo promulga diploma que reduz debates europeus na AR para dois por semestre

O Presidente da República promulgou hoje o diploma aprovado por PS e PSD que reduz os debates europeus no parlamento para dois por semestre, depois de ter vetado uma primeira versão que previa apenas um por semestre.
Comentários