Queda das ações da Galp pressionam PSI-20 que fecha a cair 1,29%

O vermelho pintou as praças europeias. Na sessão desta terça-feira, o PSI-20 perdeu 1,29% para 4.947,78 pontos, com quinze cotadas a negociar no vermelho e apenas três em terreno positivo.

A praça lisboeta fechou em baixa esta terça-feira, segundo a tendência das congéneres europeias, num dia em que os juros da dívida portuguesa a 10 anos voltam a cair depois de terem atingido máximos de julho do ano passado no mercado secundário.

O PSI-20 perdeu 1,29% para 4.947,78 pontos, com quinze cotadas a negociar no vermelho e apenas três em terreno positivo. As ações da Galp Energia pressionaram particularmente a bolsa portuguesa no fecho da sessão, ao recuarem 3,52% para 9,3060 euros. Ainda no setor energético, a EDP perdeu 1,01% para 4,9810 euros, a EDP Renováveis caiu 0,41% para 19,5700 euros e a REN  deslizou 0,62% para 2,4050 euros.

Na banca, as ações do BCP também pressionaram o PSI, ao caírem 1,72% para 0,1140 euros, mas noutros sectores também a Mota-Engil perdeu 3,32% para 0,1048 euros e a Altri recuou 2,16% para 1,4070 euros. Em contraciclo, os CTT, F. Ramada e Ibersol avançaram 1,71%, 0,71% e 0,33, respetivamente.

O principal índice lisboeta seguiu a tendência das pares europeias, que fecharam no vermelho. O DAX recuou 1,55%, o CAC40 perdeu 2,09%, o IBEX35 caiu 2,89%, enquanto o EuroStx50 caiu 1,98%.

“Após sete semanas consecutivas de ganhos e que levarem índices como o Stoxx 600 e DAX a fixarem ontem novos máximos históricos, o sell off acabou por ser generalizado, ainda que os setores mais cíclicos tenham sentido a maior pressão. O Imobiliário foi exceção”, assinalou Ramiro Loureiro, analista de mercados do Millennium investment banking.

No mercado da dívida soberana, os juros da dívida portuguesa a dez anos cai para 0,393%, depois desta manhã ter subido para 0,415%.

Ler mais

Recomendadas

SIC avança com nova emissão de obrigações no valor de 30 milhões com juro mais baixo

A empresa do grupo Impresa diz que se trata de uma oferta pública de troca parcial e voluntária de um milhão de obrigações com um valor unitário de 30 euros. 

Wall Street não resiste à pressão das ‘big tech’ e encerra em queda

Entre as praças que negoceiam em Nova Iorque, o Nasdaq 100 regista a maior perda, desvalorizando 0,72% para 13,217.68 pontos enquanto que o Composite cai 0,56% para 13,303.64 pontos.

PSI 20 renova máximos em pandemia à boleia dos resultados do BCP

O PSI 20 estabeleceu novos máximos em tempo de pandemia, com o BCP e a EDP Renováveis a impulsionarem o índice lisboeta num dia em que, apesar dos ganhos generalizados na Europa, alguns dos principais índices fecharam no vermelho.
Comentários