Sumol vai investir 65 milhões de euros até 2021

A empresa portuguesa foi escolhida pela Tetra Pak para ser a primeira a testar a nível mundial uma nova geração de embalagens mais ecológicas.

A Sumol+Compal anunciou hoje, dia 17 de maio, um investimento de cerca de 65 milhões de euros até 2021.
Metade deste valor de investimentos será efetuada na unidade da Sumol em Almeirim, “onde será realizada uma reconfiguração, ampliação e automatização das instalações de armazenagem e da renovação de linhas de enchimento”, de acordo com um comunicado da empresa.

“Este projeto de investimento visa duplicar a capacidade de armazenagem e de expedição, reduzir os ‘stocks’ totais de produtos acabados nas operações em Portugal e eliminar duplos transportes, reduzindo a pegada de CO2 em cerca de 250 toneladas por ano”, acrescenta o referido documento.

Neste domínio da sustentabilidade ambiental, a Sumol+Compal anunciou também que foi escolhida pela multinacional de embalagens Tetra Pak para realizar o ‘field test’ de uma nova geração de equipamentos e de embalagens.

“A marca Compal será assim a primeira a utilizar esta nova embalagem a nível mundial, fiel ao espírito inovador, de fazer diferente para fazer melhor, surpreendendo os consumidores todos os dias”, explica o comunicado da empresa, adiantando que “as novas embalagens serão mais amigas do ambiente, mais funcionais, ergonómicas e mais leves”.

“O pacote inovador apresenta agora uma tampa de polietileno, proveniente de uma fonte renovável – a cana de açúcar – e a diminuição do seu peso em 15% permite uma significativa redução de emissões de CO2. Igualmente importante é a redução, em cerca de 200 tons/ano, dos materiais consumidos, designadamente de plásticos de origem fóssil”, assinala a empresa.

Recomendadas

PremiumVindimas no Douro vão ter aumento de 30% na produção

O IVV prevê uma boa vindima de norte a sul do país, incluindo a Madeira e os Açores. Para as regiões do Dão e da Beira esperam-se ‘disparos’ de produção de 35%. Tejo e Lisboa são as únicas a cair.

Glovo compra aplicação de venda de comida à dona das marcas Burguer King e Pizza Hut

O contrato de compra foi assinado esta terça-feira, e com esta operação, a AmRest vai receber novas ações no capital da Glovo e mais cinco milhões de euros por ajustes no preço.

Projeto de criação de ostras em Portugal abre segunda fase de financiamento

Segundo a plataforma GoParity, o objetivo da OysterWorld é angariar 2,1 milhões no total, que será financiado na sua maior parte por um financiamento a fundo perdido do programa Mar 2020, no montante de 1,07 milhões de euros, e o remanescente por capitais próprios e uma linha de financiamento de longo prazo.
Comentários