Wall Street fecha misto, alavancado pelas tecnológicas

Os principais índices bolsistas dos Estados Unidos encerraram no vermelho – com a exceção do tecnológico Nasdaq, que fechou a ganhar mas apenas ligeiramente. O dia ficou marcado pela divulgação dos resultados de várias empresas

Crash de 25% em Wall Street

Os principais índices de Wall Street encerraram esta terça-feira no vermelho, mas com menores perdas que no dia anterior. O Dow Jones cedeu 0,80%, para os 27.463,19 pontos; o S&P 500 perdeu 0,30%, para os 3.390,68 pontos; e o Nasdaq Composite cresceu 72,41 pontos, ou 0,64%, para 11.431,35 pontos.

O sentimento dos investidores caiu depois de a Casa Branca dizer que um acordo sobre o combate à pandemia poderia acontecer em “semanas”, o que significa que é improvável antes que venha a acontecer antes das eleições de 3 de novembro.

Mas a Nasdaq, que tem grande peso das tecnológicas, cresceu enquanto a Microsoft apresentou resultados positivos. Aliás, o foco dos investidores esteve esta terça-feira virado para a apresentação de resultados.

As ações da farmacêutica Eli Lilly and Co caíram depois de os lucros trimestrais serem atingidos pelo aumento dos custos para desenvolver um tratamento contra a  Covid-19 que acabou por não resultar.

“Este retrocesso que vimos é um pouco um movimento de afastamento do risco, já que um pacote de estímulos adicionais foi agora foi colocado de lado”, disse Kevin Flanagan, gestor da WisdomTree Investments, citado pela agência Reuters. “Isso levou a alguma decepção.”

O Nasdaq subiu em antecipação aos resultados no final desta semana da Apple, Amazon.com, Alphabet e Facebook. Disseram os analistas. Os indicadores de tecnologia juntos respondem por cerca de um quinto do valor total do S&P 500. Os analistas esperam que o setor tecnológico registe um aumento de 0,4% nos lucros do terceiro trimestre em relação ao ano anterior.

Por outro lado, as preocupações com o aumento dos casos de coronavírus no país estão a pesar no mercado, dizem os analistas, mas o setor tecnológico parece ser o menos exposto, disse Rick Meckler, gestor Cherry Lane Investments, igualmente citado pela Reuters. “O foco nas grandes empresas tecnológicas pode levar o mercado a recuperar, apesar dos problemas que o vírus está a criar”, disse.

Ler mais

Recomendadas

Wall Street fecha mista com aumento do desemprego

A avalanche de dados macroeconómicos justifica a fraca performance da bolsa. Os dados do emprego semanal dão uma subida dos pedidos de subsídio de desemprego no país pela segunda semana consecutiva, até os 778 mil, muito pior do que o esperado pelo consenso do mercado. Isto pode deixar marcas persistentes no mercado laboral dos Estados Unidos.

CMVM tomou 22 decisões de contraordenação algumas das quais originam coimas que somam 700 mil euros

Na base das decisões da CMVM estão 11 processos relacionados com infrações por violação de deveres dos auditores; cinco processos por violação dos deveres dos intermediários financeiros; três processos por violação de deveres das entidades responsáveis pela gestão de Organismos de Investimento Colectivo; entre outros. A maioria das coimas aplicadas está suspensa.

Bolsa de Lisboa fecha com subida superior a 1%

CTT, EDP Renováveis e BCP subiram mais de 2%. As ações da tecnológica Novabase, que divulgou esta tarde ao mercado o Plano para a Igualdade de Género e Diversidade, caíram 0,61% para 3,27 euros.
Comentários