Alunos até ao 9.º ano vão ter aulas através da RTP a partir de dia 13 de abril

O Ministério da Educação e a RTP estão a ponderar soluções para que o último período de aulas deste ano letivo possa ser lecionado através de um ou mais canais de acesso universal da RTP e a telescola possa arrancar depois das férias da Páscoa.

Doutor Finanças

Os alunos até ao 9.º ano vão passar a ter aulas pela televisão a partir de dia 13 de abril. Segundo o jornal “Público”, o Governo e a RTP estão a ponderar soluções para que o último período de aulas deste ano letivo possa ser lecionado através de um ou mais canais de acesso universal da RTP e a telescola possa arrancar depois das férias da Páscoa.

A possibilidade de avançar com um regime de aulas pela televisão já tinha sido admitido pelo primeiro-ministro, António Costa, e, segundo o jornal “Público”, a medida deve avançar já a 13 de abril. A ideia é usar a televisão digital terrestre (TDT), que é gratuita, para que a emissão da telescola possa ser feita através dos quatro canais públicos disponíveis na TDT (RTP 1, 2 e 3 e RTP Memória).

Além desses quatro canais, há ainda os canais regionais da RTP Açores e Madeira, que podem vir também a ser ponderados. Segundo o jornal “Público”, a RTP 2 e a RTP Memória são aqueles que têm maior facilidade em libertar espaço de antena. No entanto, qualquer um dos canais tem a plataforma digital RTP Play, onde os alunos poderão eventualmente rever os conteúdos lecionados.

A trabalhar neste projeto está já uma equipa composta por técnicos e criativos, sendo expectável que a telescola funcione de segunda a sexta, tal como numa escola normal.

Em cima da mesa pode estar outra solução que implica negociações com a Altice para usar os dois canais que a TDT tem disponíveis e que não estão ainda ocupados. Já a solução encontrada para os alunos do ensino secundário deve ser tomada na próxima semana.

Recomendadas

ASPPM acusa António Costa de se demitir das responsabilidades quando delegou “problema das praias”

A Associação Sócio-Profissional da Polícia Marítima (ASPPM) considerou hoje que o primeiro-ministro, António Costa, “demitiu-se das suas responsabilidades” ao “endossar às capitanias e às autarquias a resolução do problema” de concentração de pessoas nas praias, na sequência da pandemia.

Jovens não respeitam regras e estão a propagar Covid-19 em Setúbal

O coordenador da Proteção Civil Municipal de Setúbal, José Luís Bucho, manifestou-se hoje preocupado com os excessos cometidos pela população jovem no concelho, que acusa de desrespeitar as regras e propagar a doença Covid-19.

SNS já está a ser reforçado para o inverno “de acordo com necessidades”

O secretário de Estado da Saúde afirmou hoje que já está em curso a preparação do plano para o inverno, com o reforço de recursos humanos, da capacidade instalada dos hospitais, da vacinação e da rede de testagem.
Comentários