Aumento de número de pessoas em vigilância é bom sinal, garante novo subdiretor da DGS

“Aumentou o número de pessoas em vigilância. Se tivermos um caso, a probabilidade desse caso ter tido contacto com outras pessoas é substancialmente maior do que acontecia em período de confinamento”, salientou Rui Portugal.

O aumento do número de pessoas em vigilância é, no entender da DGS, um bom sinal de identificação por parte da saúde pública, sublinhou esta segunda-feira Rui Portugal, novo subdiretor da Direção Geral da Saúde e diretor executivo do Plano Nacional de Saúde.

“Aumentou o número de pessoas em vigilância. Se tivermos um caso, a probabilidade desse caso ter tido contacto com outras pessoas é substancialmente maior do que acontecia em período de confinamento. É um bom sinal de identificação por parte dos serviços de saúde pública e pelo facto de cortarmos precocemente as cadeias de transmissão”, sublinhou Rui Portugal.

Portugal conta com um total de 51.569 casos confirmados da Covid-19, mais 106 face ao dia anterior, revela o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgado esta segunda-feira, 3 de agosto. O número de vítimas mortais do novo coronavírus no país fixou-se em 1.738, não se registando óbitos últimas 24 horas.

O boletim epidemiológico divulgado esta tarde indica que, até à data, foram registados 446.342 casos suspeitos e 1.423 pessoas ainda aguardam os resultados das análises laboratoriais da Covid-19. Atualmente existem 393.350 casos não confirmados após as análises, e 36.481 encontram-se sob vigilância das autoridades de saúde.

Relacionadas

Portugal sem mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas. Registam-se 106 casos

Região de Lisboa e Vale do Tejo regista o número mais elevado de infeções ao dia de hoje, tendo confirmado mais 66 casos em relação aos dados da véspera. O número de casos recuperados em Portugal aumentou para 37.111.

Lacerda Sales emocionado sobre as zero mortes nas últimas 24 horas. “É um motivo de grande satisfação”

O Secretário de Estado da Saúde pediu na habitual na conferência de imprensa que os portugueses façam um esforço individual e coletivo para que durante muitos mais dias possamos ter mais zero óbitos.
Recomendadas

Covid-19: número de mortes em África sobe para 33.626

África registou mais 223 mortes 10.651 casos de infeção.

Covid-19: Brasil ultrapassa as 135 mil mortes e aproxima-se dos 4,5 milhões de casos

O Brasil registou 858 óbitos e 39.797 infetados nas últimas 24 horas, estando as autoridades de Saúde ainda a investigar se 2.352 mortes ocorridas no país estão relacionadas com o novo coronavírus.

Covid-19: Finlândia suaviza restrições de entrada de turistas de 20 países

O governo da Finlândia anunciou há alguns dias que estava a aliviar as restrições aos viajantes de países com uma baixa incidência de casos de covid-19 e, assim, encorajar a chegada de turistas estrangeiros. Para este efeito, aumentou o número máximo permitido de contágios por cada 100.000 habitantes nas últimas duas semanas de oito para 25, o que significa que a partir de hoje permitirá aos turistas de cerca de vinte países, incluindo a Alemanha, Suécia, Polónia, Japão e as três Repúblicas Bálticas, viajar para a Finlândia sem quarentena.
Comentários