Brexit: deputados britânicos rejeitam saída sem acordo. Diferença foi de quatro votos

O parlamento britânico rejeitou hoje uma saída do Reino Unido da União Europeia sem um acordo, em qualquer circunstância, com a estreita margem de apenas quatro votos, com 312 a favor da proposta e 308 contra.

A Câmara dos Comuns voltou esta quarta-feira a pronunciar-se sobre o Brexit e, depois de ter recusado o Acordo de Saída, os deputados britânicos também não concordaram com uma saída da União Europeia sem acordo. A margem foi estreita: 312 votos a favor da proposta e 308 contra.

A moção do governo em debate e votação hoje convidava os deputados a “recusar aprovar a saída da União Europeia sem um Acordo de Saída”, mas recordando que a saída sem acordo continua a ser a opção por defeito porque a data está na legislação britânica.

Assim, e com a opção de sair sem acordo rejeitada pelos deputados britânicos, na quinta-feira a Câmara dos Comuns deverá votar um pedido à UE de prorrogação do processo do ‘Brexit’ para depois de 29 de março.

O texto foi apresentado após o parlamento britânico ter chumbado na terça-feira, pela segunda vez depois de uma votação em janeiro, o Acordo de Saída do Reino Unido da União Europeia (UE), desta vez com 391 votos contra e 242 votos a favor, uma margem de 149 votos, incluindo 75 de deputados conservadores.

Relacionadas

Brexit vai prejudicar Portugal. Custo pode chegar a 420 milhões de euros, estima consultora

“O custo provocado pelo ‘Brexit’ nas relações comerciais entre Portugal e o Reino Unido pode chegar aos 420 milhões de euros”, indica a consultora Oliver Wyman no relatório ‘Impacto do Brexit: Análise Ibérica’, divulgado esta quarta-feira.

Brexit em velocidade cruzeiro para o desconhecido

A derrota de Theresa May no Parlamento, mais uma, levou a um rol de reações no mesmo sentido: acabou-se. As teorias da conspiração têm agora caminho livre – numa altura em que ninguém sabe ao certo o que se vai passar a seguir.

Brexit: Acordo de Saída já era. Segue-se a votação sobre o ‘no deal’

Westminster voltará a ser chamado já esta quarta-feira para votar sobre a possibilidade de uma saída sem acordo, um cenário conhecido como ‘no deal’ Brexit.
Recomendadas

Igreja Anglicana propõe orações e chá para enfrentar incerteza do Brexit

Perante os últimos dias de incerteza que têm marcado o ‘Brexit’, a Igreja Anglicana no Reino Unido está a fazer uma proposta peculiar aos fiéis: beber uma chávena de chá e fazer uma “oração” pelo futuro do país.

May vai escrever a Tusk para pedir adiamento do Brexit

Secretário de Estado para o ‘Brexit’ admitiu ser “altamente provável e esperado que o Conselho Europeu peça um objetivo claro para qualquer extensão, sobretudo para determinar a sua duração”, sendo que a aprovação de uma extensão tem de ser por unanimidade.

Presidente do Parlamento britânico nega nova votação do ‘Brexit’ de Theresa May

John Bercow, que se tornou numa figura central no processo do Brexit, negou a May uma nova votação do tratado que a primeira-ministra negociou com Bruxelas.
Comentários