Corrida à bomba. Falta de combustível afeta quase todos os postos em Portugal

Apesar dos serviços mínimos decretados para este greve, o incumprimento dos mesmos levou a que quase todos os postos em Portugal não tenham ou gasóleo ou gasolina. Em apenas 48 horas, a greve dos camionistas lançou o caos no país.

48 horas depois do início da greve dos camionistas que transportam matérias perigosas, metade dos postos de Portugal já não têm qualquer tipo de combustível.

No total de 3.000 postos de abastecimento em Portugal,existem 2.776 postos onde não existe, pelo menos, um dos dois tipos de combustível: ou gasolina ou gasóleo. A falta de gasóleo afeta cerca de 1.500 postos de combustível. Já a falta de gasolina afeta quase 300 postos. Na totalidade, não existe qualquer tipo de combustível em 930 postos de abastecimento.

Os dados são avançados pela plataforma Já Não Dá para Abastecer e foram recolhidas na manhã desta quarta-feira, 17 de abril.

A greve dos cerca de 800 camionistas que transportam matérias perigosas, como combustíveis, está a paralisar totalmente o país.

O Governo decretou ao final de terça-feira o estado de alerta de proteção civil, mobilizando inclusive militares. Todos os camionistas de pesados ficam habilitados temporariamente a conduzir camiões cisterna que transportam combustíveis.

Ao início da noite de terça-feira, saiu de Aveiras de Cima – do parque de armazenagem de combustíveis -, um comboio com oito camiões cisterna rumo ao aeroporto de Lisboa, com esta coluna a ser escoltada pela GNR. Cada um destes camiões cisterna tem capacidade para 35 mil toneladas de combustível.

A situação de alerta declarada pelo Governo estipula o cumprimento de serviços mínimos pelos grevistas: “Abastecimento de combustíveis aos hospitais, bases aéreas, bombeiros, portos e aeroportos, nas mesmas condições em que o devem assegurar em dias em que não haja greve”.

O despacho também estipula o “abastecimento de combustíveis aos postos de abastecimento da Grande Lisboa e do Grande Porto, tendo por referência 40 % das operações asseguradas em dias em que não haja greve”.

  • Notícia atualizada às 09:22 com nova informação
Ler mais
Relacionadas

Serviços mínimos abrangem 40% do abastecimento de combustíveis em Lisboa e Porto

Estão igualmente abrangidas 30% das operações no transporte de granel, brancos e gás embalado, assim como o transporte de cargas necessárias nas refinarias e parques, na CLT e na CLC, “nos casos em que a acumulação de stocks de produtos refinados imponha o funcionamento das unidades em regimes abaixo dos respetivos mínimos técnicos”.

Corrida às bombas já começou em alguns postos. Portugueses receiam escassez de combustível devido à greve

“A manter-se o atual estado das coisas é evidente que vai acontecer uma rutura de stocks em vários pontos”, alertam os revendedores de combustíveis. Em alguns postos, já se verifica uma corrida às bombas devido à greve dos motoristas de combustíveis.

Respostas Rápidas: quais os efeitos da suspensão do abastecimento de combustíveis?

Para resolver a situação, o sindicato que decretou a greve dos motoristas de matérias perigosas aguarda por uma reunião com o ministro das Infraestruturas e Planeamento, Pedro Nuno Santos, durante esta tarde, depois de uma conversa “informal” com o governante.
Recomendadas

Há 351 reclusos infetados com Covid-19. Ministra da Justiça diz que a situação está “totalmente controlada”

Uso de máscara obrigatório generalizado no interior das prisões portuguesas aguarda parecer da DGS, explicou Francisca Van Dunem.

Vacinas são boas notícias mas terão que chegar a milhares de milhões, considera OMS

Na conferência de imprensa de acompanhamento da pandemia, o diretor-geral daquela agência das Nações Unidas, Tedros Ghebreyesus, afirmou que os resultados de pelo menos três vacinas já anunciados permitem ter “esperança real de que as vacinas, em conjunto com outras medidas de saúde pública comprovadas, ajudarão a acabar com esta pandemia”.

Novo fim de de semana “desastroso”, com perdas acima dos 75% para o retalho e restauração

A AMRR considera que, embora as medidas decretadas tenham afetado mais os 191 municípios com recolher obrigatório, as perdas superiores ao habitual foram sentidas em todos.
Comentários